Saúde

Quinto foco do mosquito Aedes Aegypti é confirmado em São Ludgero

Reunião após quinto foco do mosquito Aedes Aegypti ser confirmado em São Ludgero.

Foto: Bertoldo Kirchner Weber / Comunicação Prefeitura de São Ludgero

Mesmo com o trabalho preventivo realizado, mais um foco do mosquito Aedes Aegypti foi confirmado em uma das armadilhas instaladas em São Ludgero.

Ele foi detectado, mandado para o laboratório e confirmado nessa terça-feira (21). Desta vez, no bairro Evolução. O trabalho de visitação, fiscalização e orientação já iniciou na tarde desta quarta-feira (22) e se estenderá até sexta-feira (24), em um raio de 300 metros do local.

O Fiscal da Vigilância Sanitária do município, Gilson Martins, explica que encontrar focos em armadilhas demonstra o trabalho sério e eficiente que a cidade está fazendo. “Devido ao grande número de empresas instaladas na cidade, consequentemente, a entrada e a saída de caminhões é muito grande e os riscos aumentam. Mesmo que as pessoas estejam mais conscientes, ficamos mais expostos. No caso do quinto foco existe um esforço conjunto para concluirmos o trabalho de campo antes do Carnaval”, observa.

Ele diz que o trabalho é realizado diariamente através da Secretaria da Saúde, Vigilância Sanitária, Agentes de Endemias, Setor de Epidemiologia e Agentes Comunitárias no combate ao Aedes Aegypti. “Seguimos as determinações e o trabalho é intenso, indo além do básico. O poder público municipal está fazendo muito bem a sua parte”, reforça o Fiscal.

A Coordenadora da Atenção Básica no município, enfermeira Maria Madalena Beltrame, acrescenta que as Agentes Comunitárias também passam relatórios semanais da situação encontrada nas residências visitadas. Uma reunião com todos os profissionais foi realizada na sede da Vigilância Sanitária nessa quarta-feira, com a presença da secretária da Saúde e Promoção Social, Nilva Schlickmann Pickler, e da Coordenadora da Atenção Básica, Enfermeira Maria Madalena Beltrame, antes que todos saíssem a campo, às 14 horas.

A cidade recebeu também a visita da coordenadora da 20ª Regional de Saúde de Tubarão, Sabrina Fernandes. Ao todo, São Ludgero possui 61 armadilhas instaladas e todas recebem monitoramento.

Colaboração: Bertoldo Kirchner Weber / Comunicação Prefeitura de São Ludgero

Notícias Relacionadas

Secretaria de Saúde de Criciúma fará ação de conscientização contra o Aedes Aegypti

Ação ocorrerá neste sábado (15) nos bairros Próspera e Nossa Senhora da Salete

Treviso realiza ação de combate ao Aedes Aegypti

Agentes fizeram pente fino em locais estratégicos e informaram a população sobre maneiras de se evitar a proliferação do mosquito.

Ação educativa visa orientar alunos sobre o Aedes Aegypti no Centro de Zoonoses em Criciúma

Atividade inicia nesta terça-feira (22) com alunos do 4° e 6º ano da rede municipal de ensino

Atletismo de São Ludgero vai a Mundial