Educação

Rede Municipal de Criciúma apresenta documento que norteará a Educação Infantil

Profissionais da educação que trabalham com aproximadamente 4700 crianças matriculadas nos 20 Centros de Educação Infantil – CEIMs e em 43 escolas do Ensino Fundamental da rede municipal de Criciúma acompanharam o lançamento das Diretrizes Curriculares da Educação Infantil. O evento aconteceu no Teatro Elias Angeloni, na noite desta terça-feira (2) e teve como palestrante a assessora educacional, Claudia Maria Cruz, que fez uma síntese dos estudos realizados no decorrer da construção do documento.

As pesquisas, discussões e a elaboração das diretrizes curriculares foram organizadas pelas coordenadoras pedagógicas da educação infantil, Silvana Alves Bento Marceneiro e Ádria Vanusa Correa. “Este momento sinaliza uma etapa vencida com sucesso. Foi construída com múltiplas mãos e constituem um marco, com definição clara do foco que é a criança como protagonista para a qual o nosso trabalho se destina,” frisou a secretaria de educação, Rose Reynaud Mayr.

A criança precisa da natureza, das ciências, da cultura e da arte para aprender e desenvolver suas habilidades. O adulto tem a função de apoiar, mediar e encorajar a busca do conhecimento. “A criança tem direito de conhecer-se, de conviver, de participar ativamente do cotidiano, de brincar livremente ou de forma dirigida pelos adultos, de comunicar-se nas mais diversas linguagens e de explorar os espaços. É preciso abrir os portões e permitir que ela conheça o entorno da sua comunidade”, explicou Claudia.

A Coordenadoria da Promoção da Igualdade Racial do Município de Criciúma – COPIRC participou das discussões referentes às diversidades étnico-raciais. “Precisamos pensar na criança que queremos para um mundo melhor. As diretrizes vão ajudar os professores a planejar e incluir temas como esse nas salas de aula,” salientou a coordenadora, Maria Estela Costa da Silva.

Um grupo de contadoras de histórias apresentou poemas que retratam diferentes concepções da infância. O grupo Boi-de-Mamão Mirim do Centro de Educação Infantil Natureza apresentou um resgate da cultura folclórica. “A participação das crianças neste grande espetáculo é fundamental porque elas são as personagens, deixam a imaginação fluir, dramatizam, usam adereços e transformam a história cantada em um grande teatro,” relatam as professoras da instituição de ensino.

Saiba mais

O documento foi construído no decorrer do ano letivo de 2015 e revisado no primeiro semestre deste ano. Aconteceram encontros mensais com a assessora do Ministério da Educação, Cláudia Maria da Cruz, com os gestores e coordenadores. A partir desses estudos foram realizados encontros bimestrais, organizados em sete Grupos de Trabalho – GTs e por regiões, para leitura, análise e proposições dos educadores. Além disso, houve participações dos coordenadores pedagógicos das áreas específicas da Secretaria Municipal de Educação, para os estudos e elaborações de textos.

O Plano Municipal de Educação, aprovado em novembro de 2014, contém as 21 metas e as 250 estratégias da proposta educacional do município de Criciúma. Uma das metas apresenta como estratégia a elaboração das diretrizes municipais para a organização do trabalho pedagógico na Educação Infantil.

Colaboração: Ana Lúcia Pintro / Secretaria de Educação de Criciúma

  • 53fb9c4dc681df2885b993dc61e534fd
  • 0a70b8150cc253c80a212ba1842caf66
  • fceb8acccaeaae009c54b79c5d34ed98
  • 31d479084d409ca22c6edac3f331d66d
  • 12607522a031f988b9ff865071f8a8c2