Geral

Rumos da educação nos municípios da Amesc serão traçados em Turvo

As conferências costumam ser feitas em cada cidade. Desta vez, os representantes dos municípios da AMESC optaram por realizar uma avaliação conjunta

Foto: Divulgação

Os planos para a educação básica nos 15 municípios da AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense) serão definidos durante a 3ª Conferência Nacional de Educação (CONAE) na próxima quarta-feira, dia 18, no Centro de Eventos Professora Iria Angeloni Carlessi, em Turvo.

A programação contará com Avaliação dos Planos Municipais de Educação e sua consonância com os Planos de Educação Estadual e Nacional; Proposições ao Documento Referência da III CONAE 2018 e Eleição dos Delegados por segmento e participação na Etapa Estadual, que ocorrerá entre 23 e 24 de julho em Florianópolis. O encontro nacional será em novembro de 2018 em Brasília.

“O Ministério da Educação está concedendo uma nova ordem para a educação básica, fazendo mudanças eagregando o ensino infantil à educação básica. Anteriormente, o pré-escolar não era obrigatório. Agora, as crianças com 4 e 5 anos precisam estar na escola. É lei. Assim, cada município faz o seu Plano de Educação, como o Estado e a Federação. Para discutir na Conae, é necessário ter o alinhamento destes três documentos”, esclareceu a secretária de educação de Turvo, Suzana Clara de Souza Miranda.

Projeção e revisão das metas da educação na Amesc

De acordo com a secretária municipal, as conferências costumam ser feitas em cada cidade. Desta vez, os representantes dos municípios da AMESC optaram por realizar uma avaliação conjunta.

“As conferências são feitas para reunir todos os segmentos possíveis da sociedade: pais, professores, alunos, entidades, todo mundo mesmo. Teremos um dia repleto de atividades com painéis livres, palestras, assembleias e contaremos com a presença de inúmeras autoridades. Provavelmente, os 15 prefeitos da AMESC estarão na abertura. A previsão é de 350 pessoas com convite dirigido, inclusive na rede particular”, frisou Suzana.

O objetivo primordial da 3ª CONAE será projetar a educação na AMESC nos próximos anos e avaliar a qualidade do ensino em cada cidade. “Nós temos que alcançar um determinado patamar. Este é um Plano Decenal, de 2014 a 2024. E nós precisamos monitorar as metas que foram e não foram alcançadas.Por exemplo, nós temos a Universalização do Ensino, que se trata de assegurar que todas as crianças em idade escolar estejam nas salas de aulas. Em Turvo, nós atingimos essa exigência”, salientou.

Vale salientar que o evento também será aberto para a toda a comunidade. “As aulas da rede estadual e municipal serão realizadas normalmente, mas, alunos, pais, professores e a população em geral será bem-vinda”, finalizou.

Colaboração: Cristina Possamai

Notícias Relacionadas

Regiões da Amrec, Amurel e Amesc se organizam para atraírem novos investimentos

De 2012 a 2018, a região cresceu 71,53% enquanto o Estado 72,69%.

Audiência pública nesta sexta-feira discute pedágio em São João do Sul

Prefeitos das 27 cidades da Amesc e da Amrec já enviaram ofício à ANTT repudiando a cobrança em São João do Sul.

Tribunal de Contas realiza XVII Ciclo de Estudos amanhã em Criciúma

Prefeitos e vereadores do Sul se posicionam contra praças de pedágio na BR-101

O empreendimento prevê investimentos de R$ 6,5 bilhões, sendo R$ 2,9 bilhões em investimentos e R$ 3,6 bilhões em custos operacionais nos 30 anos de concessão.