Geral

Sancionada lei que prevê controle populacional de animais domésticos em SC

A política também visa o estímulo à criação de linhas de crédito para auxiliar os municípios na elaboração de projetos e implantação de sistemas que contribuam para a causa

Divulgação

Santa Catarina passa a contar com uma Política Estadual de Controle Populacional de Animais Domésticos. A medida está prevista na Lei nº 18.177/2021, sancionada pelo governador Carlos Moisés na última semana. Um dos principais objetivos é diminuir os casos de abandono e maus-tratos aos animais, principalmente cães e gatos. O texto define critérios para esterilização, uso de microchip, criação de cadastro informatizado, gerenciamento e inventário estadual de animais domésticos. Fica vedada a eutanásia de animais como forma de controle.

>>> Confira na íntegra a Lei nº 18.177/2021

A norma, cujo projeto de lei foi elaborado pelo deputado Fernando Krelling, reúne metas e ações a serem adotadas pelo Governo do Estado isoladamente ou em cooperação com municípios, iniciativa privada e demais segmentos da sociedade civil, sempre priorizando a gestão integrada dos trabalhos. Entre as ações, está a elaboração de planos de controle populacional dos animais que abrangerá todo o Estado e o incentivo à guarda responsável e adoção consciente.

A política também visa o estímulo à criação de linhas de crédito para auxiliar os municípios na elaboração de projetos e implantação de sistemas que contribuam para a causa. A lei ainda será regulamentada pelo Poder Executivo.

Notícias Relacionadas

Educação se manifesta após compra de máscaras com suspeita de irregularidade

Fiesc estuda soluções para alto preço da energia elétrica

Nesta quinta-feira (16), a Câmara de Energia da Federação reuniu-se para discutir alternativas.

Vidro traseiro do carro é quebrado com lajota e carteira é furtada em Orleans

Posteriormente, a carteira e os documentos foram encontrados jogados na beira da Estrada Geral Rio Novo.

Contato Internet Contrata em Tubarão