Geral

Santa Catarina busca nova parceria com o Banco Mundial focada no desenvolvimento do meio rural

O novo programa será focado na melhoria da infraestrutura, meio ambiente, tecnologia e inovação para o meio rural e pesqueiro.

Divulgação

O governador Carlos Moisés participou na manhã desta quinta-feira (4), de webconferência com representantes do Banco Mundial. Na reunião, foram retomadas as tratativas com a instituição financeira para renovação do Programa SC Rural. O novo programa será focado na melhoria da infraestrutura, meio ambiente, tecnologia e inovação para o meio rural e pesqueiro.

Carlos Moisés enfatizou as potencialidades do agronegócio catarinense em diversas áreas e a necessidade de investimentos para fortalecer ainda mais o setor. “A parceria com o Banco Mundial já vem de longa data. Voltamos a tratar sobre importantes investimentos que farão uma grande diferença ao homem do campo. Temos interesse em investir, especialmente no que diz respeito à preservação de água, novas tecnologias e energia trifásica para agregar valor aos produtos, facilitar a vida e inovar no campo, gerando emprego, renda e condições adequadas de trabalho”, frisou.

A intenção do Governo do Estado é que o novo SC Rural siga os moldes de outros projetos já executados em parceria com o Banco Mundial, com ações em várias áreas ligadas ao desenvolvimento e a sustentabilidade no meio rural e pesqueiro. ” Nosso estado é uma referência em sustentabilidade e desenvolvimento econômico para o agronegócio, mas temos grandes desafios pela frente, principalmente na sustentabilidade. Com essas parcerias, poderemos evoluir muito no acesso à tecnologia”, destacou o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva.

Segundo a equipe técnica do Banco Mundial, Santa Catarina segue como uma referência em ações voltadas para a agricultura familiar e pesca. E o novo SC Rural poderá ser inspirado em experiências internacionais, como projetos executados na China, México e Índia.

“Santa Catarina está na ponta, com uma alta produtividade e a vontade de estar sempre na frente. Precisamos pensar em como conseguir que o setor agrícola seja não só produtivo, mas também inovador. E isso tem um retorno muito grande para a sociedade”, ressalta a diretora do Banco Mundial para o Brasil, Paloma Anós Casero.

Os próximos passos serão o alinhamento da proposta dentro do Governo do Estado e junto ao Banco Mundial para definir a contrapartida e o detalhamento do projeto.

SC Rural

A parceria entre Governo do Estado e Banco Mundial ocorre há mais de 30 anos para implementação de programas de desenvolvimento do meio rural e pesqueiro. O Programa SC Rural foi a última experiência nesse sentido e foi encerrado em 2017 – foram sete anos de execução e investimentos de US$ 189 milhões.

A proposta de Santa Catarina para execução do novo SC Rural será apresentada também ao Grupo Técnico do Ministério da Fazenda. O Governo do Estado aguarda ainda a apreciação da Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX), também do Governo Federal, que deve ocorrer ainda neste ano.

Também participaram da webconferência o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli; secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Celso Lopes de Albuquerque Junior; secretária Executivo de Assuntos Internacionais, Daniella Abreu; presidente do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), Daniel Vinicius Netto; presidente da Epagri, Edilene Steinwandter; presidente da Cidasc, Luciane de Cássia Surdi; secretária adjunto da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo Miotto Ternus; secretária adjunta da Fazenda, Michele Roncalio, e representantes do Banco Mundial.

Notícias Relacionadas

Estão abertas as inscrições para rainha e princesas da Cocalfest

Devido à pandemia, a escolha da corte acontecerá de forma on-line no dia 7 de julho; inscrições estarão abertas até o dia 2 de junho

Forquilhinha inicia vacinação de pessoas com comorbidades contra a Covid-19

O agendamento é feito pelas agentes de saúde com dia e a hora marcada para receber o imunizante

HSJosé recebe a doação de 80 toucas de lã

Doação realizada por moradoras de Lauro Müller irá beneficiar os pacientes oncológicos da instituição de Criciúma

Saúde diz que já distribuiu 90 milhões de doses de vacina contra covid

Marca foi atingida nesta terça-feira, informa ministério