Geral

Santa Catarina dá início a projeto para levar internet de fibra ótica ao meio rural

A intenção do governador Carlos Moisés é investir R$ 50 milhões e cobrir boa parte dos municípios com estrutura de fibra ótica

Divulgação

Um sonho antigo dos agricultores de Santa Catarina está perto de se tornar realidade: o governo do Estado deu início ao projeto para levar internet de qualidade ao meio rural. A intenção do governador Carlos Moisés é investir R$ 50 milhões e cobrir boa parte dos municípios com estrutura de fibra ótica. Nesta quarta-feira, 23, o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Altair Silva, entregou ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal, o Projeto de Lei que viabiliza as ações de conectividade no meio rural.

“A internet de alta qualidade conecta ao mundo o homem do campo, responsável por grande parte da riqueza catarinense, e vai aumentar a competitividade. O governo do Estado tem promovido diversas ações para gerar oportunidades no meio rural e fazer com que a agricultura familiar se fortaleça ainda mais”, destacou o governador Carlos Moisés.

O primeiro passo para a execução do programa é a aprovação de um projeto de lei, elaborado pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, autorizando as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem sua infraestrutura para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação nas áreas rurais, sem nenhum custo. A grande vantagem é que as empresas de telecomunicações não terão que pagar tarifas ou taxas para a utilização desses postes. Em contrapartida, as concessionárias de distribuição de energia elétrica poderão utilizar os serviços de internet gratuitamente.

“O aluguel dos postes é um dos maiores impeditivos para a instalação de fibra ótica no Interior. Vamos facilitar esse processo, para agilizar os investimentos e resolver de vez esse problema. Esse é um dos projetos prioritários para o desenvolvimento da agropecuária catarinense. Temos um meio rural qualificado, moderno, que utiliza tecnologias de ponta e a internet é fundamental para que a agricultura familiar de Santa Catarina siga competitiva, com acesso a mais mercados, capacitações e inovações”, lembrou o secretário Altair Silva.

As ações para levar a conectividade ao meio rural contemplam ainda investimentos para viabilizar a instalação nos municípios. A expectativa é de que sejam destinados R$ 50 milhões para atender mais de 20 municípios. Os cabos de internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e a Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades.

“Esse é um projeto importantíssimo, que leva oportunidades e desenvolvimento para o campo, para as famílias de agricultores de Santa Catarina. O agricultor poderá conectar-se com o mundo, tendo acesso a todas as tecnologias que o governo do Estado oferece ao cidadão catarinense. Nós daremos atenção especial à matéria, pela sua importância na vida do agricultor”, ressaltou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal.

Apoio direto ao produtor

Após a instalação da estrutura de fibra ótica nas estradas rurais, os agricultores contarão com o apoio da Secretaria para fazer a conexão com suas propriedades.

O Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR) possui uma linha de crédito especial, com financiamentos sem juros, para que os agricultores conectem suas propriedades à infraestrutura de fibra ótica do município. “É um grande programa, uma ação de Estado, para levarmos internet para o campo. Vamos gerar uma revolução no agro catarinense, aumentando a atratividade do meio rural, dando possibilidades de escolha e estudos para os jovens agricultores. Assim como as cidades, o Interior também estará conectado”, comemorou Altair Silva.

O Projeto de Lei segue para aprovação da Assembleia Legislativa e será o primeiro passo para a execução do projeto de conectividade no meio rural.

Notícias Relacionadas

Vacinação em SC: Estado recebe 220 mil doses da vacina contra a Covid-19

As vacinas serão destinadas à vacinação da população em geral por faixa etária e à vacinação dos grupos prioritários que ainda vacinados.

Homem de 90 anos já assistiu mais de 50 nevadas em SC; veja registros

Viterbo Souza Oliveira lembra da primeira grande precipitação de neve, em 1946, com acúmulo de cerca de 30 centímetros.

Motorista morre afogado após carro cair de ponte em São Ludgero

Acidente ocorreu no início da madrugada deste sábado (31); vítima ficou presa ao cinto de seguranças.

Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha

O custo de 100 kilowatt-hora permanece em R$ 9,492.