Geral

Santa Catarina gera quase 25 mil empregos em setembro e obtém o melhor resultado do Sul do Brasil

Todos os setores da economia catarinense sentiram o aumento do número de postos de trabalho no mês de setembro.

Divulgação

Santa Catarina alcança novamente um número significativo na geração de empregos formais do país. O Ministério da Economia divulgou nesta quinta-feira, 29, que o Estado teve um saldo positivo de 24.827 vagas em setembro, mantendo o melhor desempenho na região Sul e terceiro maior saldo acumulado do país. Apenas São Paulo (+75.706 postos) e Minas Gerais (+36.505 postos), os dois estados mais populosos do Brasil, obtiveram resultados superiores em números absolutos. Os dados são da pesquisa mensal divulgada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Todos os setores da economia catarinense sentiram o aumento do número de postos de trabalho no mês de setembro. A indústria obteve o melhor desempenho, com 12.135 novas vagas. Em seguida, aparecem os serviços (7.597), o comércio (4.138), a construção civil (932) e a agropecuária (25).

A governadora em exercício, Daniela Reinehr, reafirma o compromisso com a união dos catarinenses. “A retomada da economia de forma responsável já é uma realidade em Santa Catarina. Vamos seguir apostando no que está dando certo e melhorar o que pode ser melhorado. O crescimento de todos os setores é impulso para nos unirmos como catarinenses em prol do desenvolvimento. A saúde e a comida na mesa do catarinense são nossas prioridades”, sintetiza.

As quase 25 mil novas vagas com carteira assinada no Estado é o saldo resultantes de 99.188 admissões e 74.361 demissões. No Brasil, o saldo de novas vagas também foi positivo: 313.564 postos de trabalho foram abertos no último mês.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Siqueira, ressalta que o saldo positivo consecutivo é resultado do trabalho técnico e comprometido com o Estado. “Trabalhar em conjunto na construção de políticas de estado, perenes. Este é o nosso propósito e o aumento gradativo no saldo de empregos tem nos mostrado que estamos no caminho certo. Santa Catarina vem a cada mês sendo destaque no cenário nacional. Resultado de um trabalho sério, comprometido e colaborativo com as entidades e o setor produtivo. Seguimos promovendo um ambiente atrativo para empresas e ampliação da matriz econômica do Estado. Fortalecemos uma espiral de prosperidade, confiança e esperança”, destaca.

O Caged é mais um indicador a demonstrar que a retomada econômica é realidade em Santa Catarina. Em agosto, o Estado havia apresentado o melhor desempenho do Sul e o terceiro a nível nacional, com criação de 18.375 novas vagas. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmou que, no mesmo mês, Santa Catarina manteve a menor taxa de desocupação do país.

Notícias Relacionadas

Pedestre morre atropelado na BR-101 em Içara

Covid-19: Amrec e Amesc passam para o nível grave

Mesmo com a redução do risco em quatro regiões, os dados da dimensão de Capacidade de Atenção, que aponta a ocupação de leitos hospitalares, ainda se encontram no nível mais alto em todos os locais.

Criciúma: lojas ficam abertas até as 17h

Além de oferecer mais tempo para os consumidores fazerem suas compras e pagarem contas, a iniciativa também evita a aglomeração nos estabelecimentos, principalmente por se tratar de início de mês.

Homem morre ao tentar desatolar caminhão de serviço, em Urussanga

Ao cortar a madeira que impedia a passagem da roda do caminhão o veículo desceu e atingiu o trabalhador.