Saúde

Santa Catarina irá desobrigar o uso da máscara, afirma Secretário da Saúde

Apesar da flexibilização, o governo ainda recomenda que as pessoas usem o equipamento de proteção pessoal; até sábado, 12, um decreto será lançado para esclarecer melhor as decisões do governo

Divulgação

O uso de máscaras deixará de ser obrigatório em Santa Catarina. Essa afirmação foi confirmada pelo secretário de saúde do estado, André Motta Ribeiro. Até sábado, 12, um decreto será lançado para esclarecer melhor as decisões do governo.

O não uso da máscara estará liberado para todas as faixas etárias, em locais internos e externos e ambientes escolares. Apesar da flexibilização, o governo ainda recomenda que as pessoas usem o equipamento de proteção pessoal. “A gente continua recomendando o uso de máscara e as outras necessidades sanitárias contra o coronavírus: álcool gel, distanciamento”, alega Motta. Mesmo não mais obrigatório, o secretário defende o uso de máscaras para crianças. “As crianças que tem condição de utilizar e que não têm nenhuma dificuldade por doença ou limitação, devem utilizar máscara somente acima dos seis anos de idade”.

Segundo o secretário, até o dia 31 de março, acabam todos os decretos de calamidade pública. “A gente precisa avançar, então as recomendações permanecem. As necessidades são as mesmas, elas só deixam de ser obrigatórias por decreto”, ressalta.

Nos ambientes onde exista a possibilidade de transmissão de Covid-19 e que não se sabe a situação vacinal de todos, o recomendado é usar a máscara. “Quando houver proximidade e aglomeração, a gente recomenda fortemente o uso de máscara”, defende Motta.

A importância da vacina

O secretário de saúde de SC afirma que “nós estamos reforçando. Acho que é a grande discussão do momento é a necessidade de vacinarmos todos aqueles acima de cinco anos contra o coronavírus”, conclui.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Embarcação vira com quatro pescadores no Balneário Rincão

Ocorrência foi atendida pelo Serviço Aeromédico (Saer)

Covid-19: chega ao fim estado de emergência em saúde pública no Brasil

Segundo o governo, nenhuma política pública de saúde será interrompida

Homem de 57 anos é preso após tentar beijar menina de 11 anos à força, em Orleans

Fato ocorreu na Rua Aristiliano Ramos, na tarde deste sábado, dia 21.

Número de transplantes de rim caiu nos últimos dois anos

Sociedade Brasileira de Urologia lançou campanha para estimular doação