Saúde

Santa Catarina libera vacinação de trabalhadores industriais

Os funcionários da indústria eram o único grupo prioritário definido pelo Plano Nacional de Imunizações que ainda não havia iniciado a imunização

Divulgação

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que reúne gestores da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de SC (Cosems/SC), decidiu nesta quinta-feira (1º) dar início à vacinação de trabalhadores industriais e encerrar a abertura de novos grupos prioritários.

Os funcionários da indústria eram o único grupo prioritário definido pelo Plano Nacional de Imunizações que ainda não havia iniciado a imunização. Pelo acordo, as prefeituras devem reservar 30% das doses recebidas para este grupo prioritário e destinar as outras 70% para a cobertura por faixa etária.

A SES chegou a pedir ao Ministério da Saúde uma suplementação de doses para este grupo já que o setor industrial do Estado afirma que há mais do que o dobro de trabalhadores do que o estimado pelo Ministério. Apesar disso, a Secretaria vai trabalhar com o número apontado pelo IBGE, de mais de 300 mil – segundo a Fiesc são mais de 700 mil.

Segundo membros da SES, a pasta estima que mais de 30% deste grupo prioritário já tenha sido imunizado, seja pela faixa etária, comorbidade, ou outro grupo anterior.

A CIB também definiu que não definirá novos grupos prioritários. O órgão atendeu a todas as prioridades do Ministério e decidiu focar na imunização por faixa etária.

Para o secretário da SES, André Motta Ribeiro, o próprio governo federal já indicou um grande número de grupos prioritários e o melhor agora é seguir por idade. Ribeiro afirmou também que leis aprovadas que estabeleçam prioridades valeriam para os próximos anos, o que pode atrapalhar futuras campanhas de imunização.

Com informações da Rede Catarinense de Notícias

Notícias Relacionadas

Conselho Regional de Medicina de SC orienta sobre regras para prescrição de canabidiol

Medicamentos com o princípio ativo só podem ser indicados para crianças ou adolescentes que tenham casos de epilepsias refratárias aos tratamentos convencionais

Gaeco prende servidora do meio ambiente de Cocal do Sul

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado esteve na cidade na manhã desta segunda-feira, 15

Homem atira em posto de combustível e vai preso em Araranguá

Outro envolvido foi preso por ter escondido a arma

Família é alvejada por tiros em Tubarão; bebê foi atingido

O bebê foi levado ao hospital e a mãe está em coma induzido; caso foi registrado na noite deste domingo, 14