Geral

Satc e ABCS oferecem 50 postos de trabalho a profissionais que atuam no RS

Parceria com o Instituto Caldeiras visa disponibilizar um local equipado para que atingidos pelas enchentes possam continuar suas atividades

Foto: SATC

Em uma demonstração de solidariedade e apoio à comunidade gaúcha, a Satc e a Associação Brasileira do Carvão Sustentável (ABCS) firmaram uma parceria com o Instituto Caldeira, do Rio Grande do Sul. Diante das enchentes que afetam o estado vizinho, serão oferecidos 50 postos de trabalho temporário no Centro Tecnológico (CT) Satc aos profissionais do instituto.

A parceria tem como objetivo disponibilizar um local confortável e bem equipado para que profissionais que atuam no Instituto Caldeira possam continuar suas atividades de trabalho. Segundo o pró-reitor de Pesquisa e Inovação do CT Satc, Luciano Bilessimo, este gesto de apoio reforça o espírito de comunidade, mostrando que, mesmo em tempos difíceis, a cooperação pode fazer uma grande diferença.

“Estamos profundamente solidários com as pessoas que, direta ou indiretamente, estão enfrentando este momento difícil. Por isso, decidimos oferecer um apoio concreto. O Caldeira é um ecossistema de inovação altamente respeitado, e firmamos esse acordo para que os profissionais de lá possam trabalhar aqui conosco com tranquilidade. Esperamos que essa iniciativa contribua para dias melhores para todos eles”, destacou.

A colaboração entre a Satc, a ABCS e o Instituto Caldeira não só fortalece os laços entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul no setor da inovação, mas também ressalta a importância da união e cooperação em tempos de adversidade. Para o presidente da ABCS, Fernando Luiz Zancan, a iniciativa é um exemplo claro de como a solidariedade e o apoio mútuo podem criar oportunidades e proporcionar alívio em momentos de crise.

“Embora o espaço no CT Satc seja temporário, ele será de grande ajuda para que as startups possam continuar operando e contribuir para a recuperação econômica do Rio Grande do Sul. Esperamos que essa parceria possa contribuir na geração de empregos e renda, que são tão necessários neste momento difícil”, ressaltou.

O Instituto Caldeiras é uma instituição sem fins lucrativos que conecta pessoas e iniciativas através de um hub de inovação no Rio Grande do Sul. É uma comunidade que busca maior competitividade e fomento do empreendedorismo.

Notícias Relacionadas

Mulher é morta a facadas pelo namorado após discussão por ciúmes em Criciúma

Namorado confessou ter usado uma faca de cozinha para matar a vítima em Criciúma

Tigre entra em campo pressionado neste domingo

Pescadores capturam mais de 780 mil tainhas na modalidade arrasto de praia

Corpo de homem é encontrado boiando em rio em Treze de Maio