Geral

Satélite espião soviético entra na atmosfera após 39 anos e é flagrado por estação de SC

Cosmos 1437 foi lançado em 20 de janeiro de 1983 pela União Soviética

Divulgação

Um satélite espião soviético entrou novamente na atmosfera após 39 anos em órbita e foi flagrado por uma estação de monitoramento de Monte Castelo, no Planalto Norte de Santa Catarina (veja vídeo abaixo). O registro aconteceu por volta das 21 horas da última segunda-feira (3).

Em entrevista ao g1, o astrônomo amador e membro da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon), Jocimar Justino, explicou que o lixo espacial observado por duas câmeras da estação de Monte Castelo trata-se do Cosmos 1437.

O satélite foi lançado em 20 de janeiro de 1983 pela então União Soviética. A órbita já vinha se deteriorando há algum tempo e a reentrada na atmosfera era prevista para ocorrer na noite de segunda-feira.

– O planeta Terra tem diversos satélites desativados e foguetes que estão orbitando. Às vezes, esses lixos espaciais vão perdendo altitude e acabam entrando no planeta. Devido a velocidade, acontece essa queima na atmosfera – explicou ao g1.

Além da estação de monitoramento de Monte Castelo, o satélite também foi flagrado nas cidades catarinenses de Tangará e Monte Carlo. Houve registros ainda no Paraná e Rio Grande do Sul.

De acordo com a Bramon, a reentrada do objeto não representou nenhum risco para a população em solo. Grande parte do material foi vaporizado durante a passagem atmosférica e os detritos, provavelmente, caíram no Oceano Atlântico.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

PM salva criança de dois meses que se engasgou em Balneário Rincão

Segundo a PM, a guarnição estava indo para a Zona Sul quando foi surpreendida pelos pais

Drogas e quase R$2 mil em tráfico são apreendidos em Tubarão

Uma dupla foi presa por estar realizando o comércio ilegal de drogas

SC volta a ter 80% de ocupação nos leitos de UTI adultos após seis meses

Segundo dados do Painel do Coronavírus, ao menos 257 pessoas estão internadas com Covid-19 no Estado

Mais de 6 mil maços de cigarros são apreendidos na BR-101, em Paulo Lopes

A carga foi avaliada em R$ 20 mil