Geral

Saúde de Criciúma cria livro lúdico sobre o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Material foi desenvolvido para ser abordado pelos pais e professores de uma forma lúdica sobre o abuso sexual de crianças e adolescentes

Divulgação

Em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, comemorado nesta terça-feira (18), a Secretaria Municipal de Saúde, via Núcleo de Prevenção das Violências e Promoção da Saúde (Nuprevips), criou um livro lúdico destinado às crianças sobre a temática. A ideia é que os pais e professores possam trabalhar de uma maneira mais fácil e acessível esse tema complexo. O livro está disponível no site da Prefeitura de Criciúma (www.criciuma.sc.gov.br/site/files/Alerta-na-Floresta-NUPREVIPS.pdf) para toda a população e também será enviado às escolas municipais.

Embasado no folclore brasileiro, o livro ‘Alerta na Floresta’, traz a história do Saci, do Bicho Papão, que transforma em outras pessoas, a Cuca e a Sereia. Conforme a autora do livro, Andréa Vieira da Silva, existe uma dificuldade em trabalhar com as crianças e adolescentes que sofrem/sofreram de abuso, pois 90% dos casos são pessoas próximas. “A criança tem dificuldade de expressar, muitas vezes é de uma forma sutil. Às vezes, a criança nem tem compreensão do que está sofrendo. O Bicho Papão pode se transformar em qualquer um, no papai, no titio, no vizinho, no padrasto. O livro traz o tema de forma mais lúdico para ser trabalhado com a criança”, explicou. O livro foi desenvolvido e ilustrado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Sobre abuso sexual

O Nuprevips registou, de 2019 até 2021, 118 notificações de violência sexual em crianças do sexo feminino e 23 no masculino. A faixa etária é menor de um ano a 19 anos. “O tema da violência é muito complexo, principalmente, o abuso sexual de crianças e adolescentes. O material desenvolvido traz a importância de falar e alertar os pais, professores e pessoas próximas a identificar os sinais que a criança possa sofrer com o abuso. Assim, o livro traz de uma forma leve que nenhum adulto pode mexer no seu corpo e se acontecer ela pode relatar para uma pessoa de confiança, que às vezes, não são os pais, e, sim uma professora”, ressaltou a coordenadora da Saúde Mental, Ana Losso.

Denúncias

Em qualquer desconfiança que a criança ou o adolescente está sofrendo com abuso sexual, deve alertar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. O posto de saúde é porta de entrada no atendimento psicológico.

Notícias Relacionadas

Fiocruz entrega mais de 2 milhões de doses de vacina ao PNI

No total, foram entregues 4,5 milhões de doses nesta semana

Veículo de Forquilhinha se envolve em engavetamento, em Bom Jardim da Serra

Um caminhão de São Martinho e um Ford/Fiesta de Bom Jardim da Serra também se envolveram no mesmo engavetamento

Residência é furtada em plena luz do dia, em Tubarão

Proprietário saiu pela manhã e ao voltar para casa à tarde encontrou o local invadido

Acidente de trânsito deixa uma pessoa ferida na Estrada Geral, em Orleans

Chegando no hospital, o motorista relatou que dormiu no volante e saiu da pista, colidindo no barranco, ele disse estar sentindo dores de cabeça e dor na face, sem sinais de embriaguez