Saúde

Saúde inaugura Sala de Situação para monitorar informações sobre a pandemia

O espaço foi inaugurado na manhã desta quarta-feira

Divulgação

A pandemia da COVID-19 reforçou a importância da utilização das ferramentas de tecnologia para a gestão da saúde. A “Sala Conecta”, Sala de Situação da Secretaria de Estado de Saúde (SES), propõe uma integração de dados, possibilitando uma gestão em tempo real das informações e o controle sobre os movimentos da saúde pública. O espaço foi inaugurado na manhã desta quarta-feira, 8.

O ato contou a presença do secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, do secretário-adjunto da SES, Alexandre Lencina; do subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, do presidente da Fundação de Amparo a Pesuisa de Santa Catarina (FAPESC), Fabio Zabot Holthausen, além de superintendentes e da equipe da Diretoria de Tecnologia da Informação e Governança Eletrônica (DITIG), da SES.

Desenvolvida através da DITIG, que faz parte da Superintendência de Gestão Administrativa da SES, a sala era uma demanda percebida desde 2019. O projeto inicial previa um investimento de mais de R$ 5 milhões, mas, por meio de uma reestruturação e visão de oportunidade, o valor foi reduzido para R$ 60 mil, gerando economia aos cofres públicos e oferecendo a mesma qualidade de monitoramento.

“Desde o princípio da nossa gestão, sabíamos da importância de trazer a saúde para o século 21. Em 2019, começamos a desenvolver essa estruturação. A pandemia nos demonstrou de forma ainda mais forte o quanto isso é fundamental. Agora, temos o espaço físico em que podemos visualizar essa integração de informações que já vinha sendo construída de forma virtual”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro.

“Em meio à pandemia, a SES conseguiu inovar, crescer e se destacar. Através disso, neste momento, conseguimos ter um controle da situação. Enquanto outros estados demonstram dificuldades, nós apresentamos uma ferramenta de inovação e gestão”, complementou Chiodelli. Além da estruturação da Sala, a SES adquiriu 2 mil computadores, que serão distribuídos às unidades hospitalares, para atualização das ferramentas de gestão, além de um novo datacenter e da implantação da telefonia VOIP, o que permitirá uma coleta de big data e a realização das análises de dados com inteligências artificiais e algoritmos avançados para uma otimização do acesso aos serviços de saúde.

Notícias Relacionadas

Alerta de chuva forte traz risco de alagamentos e deslizamentos de terra para SC

Segundo a Defesa Civil, em ao menos sete regiões o risco é alto para desastres entre esta sexta-feira (17) e sábado (18)

Aberto envelopes para ampliação do Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte

Em breve um novo edital será lançado pelo hospital. A abertura foi realizada pela Comissão Permanente de Cotação de Obra do HST

Aulas 100% presenciais em Braço do Norte retornam segunda-feira

De acordo com o calendário da Secretaria Municipal de Educação, no dia 20 de setembro, próxima segunda-feira, é a vez dos anos finais, do 6º ao 9º ano das escolas, retornarem

Anvisa pede inclusão de eventos adversos na bula da vacina da Janssen

Farmacêutica tem 30 dias para atender a solicitação