Saúde

Saúde recomenda segunda dose de reforço para idosos acima de 80 anos

A aplicação deve ser feita quatro meses após a 1ª dose de reforço

Divulgação

O Ministério da Saúde (MS) recomenda segunda dose de reforço da vacina contra a covid-19 para idosos com mais de 80 anos. A aplicação deve ser feita quatro meses após a primeira dose de reforço e a orientação é que o imunizante seja preferencialmente da Pfizer.

“Ministério da Saúde recomenda a aplicação de uma segunda dose de reforço aos idosos acima de 80 anos. A imunização deve ser feita quatro meses após a primeira dose de reforço e a orientação é que a aplicação seja efetuada, preferencialmente, com a Pfizer”, informou a pasta por meio das redes sociais.

Desde dezembro, o ministério já orientava a aplicação de uma dose de reforço apenas para as pessoas maiores de 18 anos imunossuprimidas. Com a nova informação, a pasta amplia o público-alvo para este novo esquema vacinal.

Além da Pfizer, o ministério disse que as vacinas da Janssen e AstraZeneca também podem ser utilizadas na aplicação da segunda dose de reforço, independentemente do imunizante anterior.

A pasta reforça que há doses suficientes da Pfizer para aplicação neste grupo de idosos.

“Janssen e AstraZeneca também podem ser utilizadas no novo reforço, independentemente do imunizante anterior. O MS reforça que há vacinas da Pfizer suficientes para aplicação neste grupo. Vários estados informam que também têm esses imunizantes em estoque”, disse o ministério.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Filho faz investigação paralela e usa até cachorra da família para achar mãe em SC

Carro da mulher foi encontrado em Guaratuba, mas família segue sem notícias dela desde o dia 6 de maio

Homem acorda para trabalhar e se assusta com visita inesperada em SC

Polícia Militar foi acionada para ir até a casa do homem em Campos Novos, no Meio-Oeste do Estado

Rodovia de Criciúma onde morreu empresário fica pronta em dez dias

Previsão de entrega da revitalização de um dos acessos de Criciúma teve o cronograma readaptado, mas agora está no novo prazo previsto

Mulher é atingida com tijolada na cabeça por marido bêbado em SC

Vítima foi parar no hospital e precisou de pontos cirúrgicos na cabeça. Agressor foi preso em flagrante