Geral

Saúde registra recorde na doação de órgãos e avanço no atendimento em 2019

A proposta representa a ampliação considerável de investimentos, saltando de um orçamento de cerca de R$ 84 milhões, em 2018, para até R$ 300 milhões em 2020.

Divulgação

O ano foi marcado por grandes transformações na Secretaria da Saúde de Santa Catarina. Foi o período de buscar soluções para trazer eficácia, transparência, economia, excelência e agilidade ao atendimento dedicado ao público catarinense. O maior exemplo dessa atuação é a nova Política Hospitalar Catarinense, que estabeleceu critérios técnicos e transparentes para a aplicação de recursos nos hospitais filantrópicos. A proposta representa a ampliação considerável de investimentos, saltando de um orçamento de cerca de R$ 84 milhões, em 2018, para até R$ 300 milhões em 2020.

No total, serão aplicados recursos em 96 hospitais filantrópicos e/ou municipais e 21 unidades da SES e Hospital Universitário, totalizando 117 unidades hospitalares beneficiadas. Tanto os critérios, como as classificações e valor destinado a cada entidade são informações públicas, demonstrando o compromisso com a transparência no uso dos recursos públicos.

Hospitais públicos

Em relação aos hospitais estaduais, uma dos avanços em 2019 foi a conquista de 40 alvarás sanitários em 2019. Algumas dessas unidades públicas, como a Maternidade Darcy Vargas, de Joinville, lutavam pela conquista de um alvará geral há mais de uma década.

Entre as conquistas estão alvarás sanitários setoriais do ambulatório e do setor de endoscopia do Hospital Governador Celso Ramos. Vários alvarás também foram obtidos pelo Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis (Alvará Geral, Ambulatório médico, Hospital Dia, Radiologia médica, Banco de Leite, Quimioterapia) e pelo Hospital Hans Dietter Schmidt, de Joinville (Geral, Serviço de Nutrição Enteral, refeitório, hemodiálise, centro de radiologia intervencionista, lavanderia, farmácia e UTI).

O secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, destaca que a regularização das unidades hospitalares é um dos principais objetivos da pasta. “Neste ano foi estabelecido que uma das metas principais da atual gestão para os hospitais sob gestão direta do estado seria focar no trabalho para a emissão de alvarás sanitários necessários e a busca pela regularização de todas as unidades em relação às normas de segurança contra incêndio”, afirma. “Quem ganha com isso são nossos pacientes que passam a ser atendidos em uma unidade hospitalar integralmente ajustada às normas sanitárias e de segurança”, complementa.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Justiça confirma resultado de licitação que gerou economia de R$ 12 milhões pela Saúde do Estado

A licitação foi realizada pela Secretaria da Saúde para fornecimento de ventilação domiciliar e tratamento de oxigenoterapia a pacientes catarinenses.

Alto número de faltas em consultas e exames prejudica pacientes da saúde de Siderópolis

As ausências comprometem a capacidade de marcação de consultas de uma Unidade Básica de Saúde.

Verão SC: policiais argentinos chegam ao estado para auxiliar no atendimento a turistas

Serão três policiais da Província de Misiones, na Argentina, que ficarão no estado até o fim da alta temporada para auxílio em ocorrências e atendimentos que envolvam turistas do país vizinho.

Secretaria de Saúde de Criciúma fará ação de conscientização contra o Aedes Aegypti

Ação ocorrerá neste sábado (15) nos bairros Próspera e Nossa Senhora da Salete