Geral

SC: Balneabilidade volta a ser divulgada no Estado

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) realiza a pesquisa em 231 pontos dos 500 quilômetros da costa catarinense.

Divulgação

Após sete meses sem divulgar atualizações sobre a balneabilidade do Estado, o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) volta a divulgar nesta sexta-feira (23) novos laudos. O IMA realiza a pesquisa em 231 pontos dos 500 quilômetros da costa catarinense.

Os profissionais fazem as coletas da água do mar a até um metro de profundidade, na quantidade de 100 mililitros em cada ponto. O material coletado é submetido a exames bacteriológicos durante 24 horas.

Durante a baixa temporada, de abril a outubro, os relatórios são divulgados mensalmente. De novembro a março, a pesquisa ocorre todas as semanas nas praias catarinenses. Os relatórios mensais de balneabilidade, a condição de cada praia e o histórico de todos os pontos analisados podem ser acessados em balneabilidade.ima.sc.gov.br.

O IMA-SC diz que um balneário é considerado impróprio quando “em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for [constado índice de presença de bactéria] superior a 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros”.

Por sua vez, a praia tem avaliação positiva quando “Quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros”.

As coletas foram nas praias em Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Balneário Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Porto Belo e São José.

Com informações do site Notisul

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Respiradores: PGE aguarda depósito de mais R$ 2 milhões em favor do Estado a partir desta segunda

Com o depósito, o valor recuperado chega a 40% do total