Saúde

SC confirma primeira morte por H3N2; vítima tinha 12 anos

Um segundo óbito por Influenza foi registrado, mas sem identificação do subtipo; foram as primeiras vítimas do ano no Estado

Divulgação

Um segundo óbito por Influenza foi registrado, mas sem identificação do subtipo; foram as primeiras vítimas do ano no Estado

Além da morte por H3N2, a Secretaria de Saúde divulgou o óbito por Influenza de uma paciente de 96 anos, moradora de Joinville, também registrada em dezembro. No entanto, o subtipo do vírus não foi identificado pela Dive.

Segundo o órgão, são 47 casos de Influenza H3N2 confirmados em Santa Catarina até dezembro, além de uma pessoa com H1N1, duas com Influenza B e outras cinco sem identificação da subtipagem do vírus.

O diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck, afirma que um alerta foi lançado na última semana para os serviços de saúde de SC. A orientação era de atenção para a procura de atendimento de casos de síndrome gripal e de síndromes respiratórias agudas graves (SRAG).

– A causa dessa procura poderia ser a Influenza. Importante lembrar que existem medicamentos disponíveis para tratamento da Influenza. Os profissionais de saúde não devem aguardar o resultado de confirmação, e sim iniciar o tratamento na suspeita – afirma.

Fuck também destaca que as pessoas precisam reforçar as medidas de prevenção. A Influenza tem uma forma de transmissão muito semelhante a da Covid-19, por isso é importante manter os cuidados como etiqueta da tosse e uso de máscara em ambientes sem possibilidade de manter distanciamento.

Veja outras medidas de prevenção:

– Lavar frequentemente as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel;

– Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– Cobrir o nariz e boca com o antebraço ao espirrar ou tossir;

– Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

– Manter o uso da máscara, especialmente nos locais pouco ventilados ou em que não é possível manter o distanciamento social;

– Manter os ambientes bem ventilados;

– Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe;

– Evitar sair de casa em período de transmissão da doença;

– Evitar aglomerações e ambientes fechados (procurar manter os ambientes ventilados);

– Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças

Novo modelo será enviado aos estados e municipios até março

Cachoeira é interditada por tempo indeterminado após queda que matou jovem em SC

Leticia Silva Budal, de 20 anos, morreu após cair aproximadamente 50 metros dentro da cachoeira

SC tem 20 vezes mais pacientes em tratamento contra Covid do que no Natal

Em 25 de dezembro, estado tinha 1.987 casos ativos contra 45.915 de sexta-feira. SC enfrenta filas nos postos de saúde e unidades fechadas por causa do afastamento de profissionais da área.

Um ano de vacinação contra Covid-19 com início da imunização de crianças

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos é a forma que SC celebra data