Saúde

SC descarta novas restrições e secretário diz que “já imaginava” alta de casos de Covid

Número de casos positivos dobrou nos últimos 15 dias e cidades enfrentam alta procura por testes e por atendimentos com síndromes respiratórias

Divulgação

O aumento de casos de Covid-19 em Santa Catarina após as festas de fim de ano “já era imaginado” pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro. Em entrevista ao Bom dia Santa Catarina, da NSC TV, nesta quarta-feira (5), ele confirmou que as infecções pelo vírus dobraram nos últimos 15 dias. Mesmo assim, novas restrições para conter o avanço das contaminações foram descartadas neste momento.

O secretário disse que o Estado vinha alertando aos municípios sobre a possibilidade de aumento de casos. Motta Ribeiro citou o decreto nº 1.634, que municipalizou as liberações e fiscalizações de eventos, e disse que durante o fim de ano festas grandes aconteceram no Litoral.

— É um vírus que se transmite pelo ar de pessoa pra pessoa, então nós já imaginamos que isso pudesse acontecer. Tanto que vários alertas do Estado foram trazidos para que as pessoas pudessem entender que estamos no meio de uma pandemia de um vírus respiratório. Já tivemos os números de casos ativos dobrados no Estado, são duas vezes mais casos ativos hoje do que 15 dias atrás — disse o secretário.

Questionado sobre a possibilidade do Estado assumir novamente a fiscalização e autorização de eventos, André Motta disse não haver essa possibilidade no momento. O Estado tinha um protocolo “Evento Seguro” com uma série de regras para a realização de shows, congressos e festas.

Entre as medidas estavam o uso obrigatório de máscara e a cobrança do comprovante de vacinação.

Novas restrições estão descartadas

O secretário também foi questionado sobre a possibilidade de novas restrições para o combate ao coronavírus. O colunista Renato Igor adiantou que o governo de Santa Catarina fará uma reunião de emergência nesta quarta-feira (5) para tratar do novo cenário da pandemia.

— Não há essa previsão para essa semana. Nós estamos analisando e dizendo de novo: o que está posto precisa ser cumprido. Criar regra nova se não há cumprimento do que está posto, não faz sentido — argumentou o secretário.

Ele também disse que os regramentos sobre o uso de máscaras não devem ser alterados. A regra atual determina a obrigatoriedade apenas em ambientes fechados ou em locais abertos em que haja aglomeração.

Entre segunda (3) e terça-feira (4), o Estado registrou um aumento de 32,2% no número de casos ativos da doença. Isso acontece ao mesmo tempo que cidades se deparam com pontos de testagem e atendimento lotados.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski