Geral

SC: mais de 2,8 milhões de pessoas vão ser imunizadas contra a Covid-19

Em longo prazo, a expectativa é ampliar a estratégia de vacinação para toda a população acima de 18 anos.

Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina quer vacinar contra a Covid-19, em 2021, um total de 2.898.763 pessoas, considerando apenas os grupos prioritários. A informação está disponível na segunda edição do Plano para Operacionalização da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em Santa Catarina divulgado nesta terça, 16.

De acordo com o Plano, a vacinação, como já ocorre atualmente, seguirá de forma gradual e escalonada nos grupos prioritários, de acordo com o recebimento de novas doses vindas do Ministério da Saúde (MS). Em longo prazo, a expectativa é ampliar a estratégia de vacinação para toda a população acima de 18 anos.

O superintendente de vigilância em saúde, Eduardo Macário, esclarece que a vontade do estado é de imunizar toda a população adulta. “Assim que houver uma maior oferta de doses no país, queremos ampliar a estratégia de vacinação. No entanto, enquanto isso não acontece, nossa prioridade é imunizar os grupos com maior risco de infecção e aqueles com mais chances de evoluir para as formas graves da doença e, até mesmo, de morrer”, conclui.

Municípios devem realizar diferentes estratégias de vacinação

Há em Santa Catarina 1.186 salas de vacinação. Além disso, durante a Campanha de Vacinação, outras estruturas dos serviços de saúde podem ser utilizadas para alcançar o maior número de pessoas, desde que respeitadas às recomendações sanitárias e de distanciamento social.

Entre as estratégias que o estado recomenda estão: agendamento de horários específicos para vacinação de cada grupo de risco; vacinação institucional; vacinação em locais em que estejam os grupos prioritários como, por exemplo, os locais de trabalho dos profissionais de saúde, instituições de longa permanência; vacinação móvel, que leve a vacina para as unidades de atenção primária à saúde, escolas; vacinação em drive-thru; vacinação com hora marcada; vacinação domiciliar.

Para auxiliar os municípios na ampliação da capacidade de vacinação, a Secretaria de Saúde, em conjunto com o COSEMS, elaborou uma nota técnica de orientação para os gestores municipais. A nota pode ser conferida na íntegra no Plano Estadual. Além disso, a Gerência de Vigilância de Doenças Agudas e Imunização da Dive tem realizado reuniões com a área técnica, além de ter produzido vídeos com orientações aos profissionais de saúde para aplicação da vacina contra a Covid-19.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Coronavírus em SC: Fapesc aprova cinco projetos de pesquisa e destina R$ 500 mil a estudos sobre Covid-19 no estado

O edital buscava estudos que apontassem soluções para o combate à epidemia e seus efeitos na sociedade e na economia.

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença