Saúde

SC monitora situação da varíola dos macacos; entenda o que é a doença

Sala de situação vai acompanhar cenário da doença no país

Divulgação

A chamada varíola dos macacos (vírus Monkeypox), que tem deixado autoridades de saúde em alerta ao redor do mundo, também é monitorada em Santa Catarina. Segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), não há casos suspeitos no Estado até esta terça-feira (24).

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a situação da doença é acompanhada por autoridades estaduais e federais e, em casos de risco alto para a introdução da varíola dos macacos no território, alertas serão emitidos.

“O estado de SC monitora a situação da varíola dos macacos. Até o momento, não há casos suspeitos em SC. Os agravos de importância com risco de disseminação são monitorados nacionalmente e localmente pela Rede CIEVS, sendo que são emitidos alertas aos serviços de saúde quando do elevado risco da introdução de nova doença no território, para que os serviços fiquem em alerta e aumente a chance de detecção dos casos”, informou a SES, em nota.

Sala de situação vai monitorar doença no país

O Ministério da Saúde criou uma sala de situação para monitorar o cenário da varíola dos macacos no Brasil. A medida, anunciada na noite desta segunda-feira (23), tem o objetivo de elaborar um plano de ação para o rastreamento de casos suspeitos e na definição do diagnóstico clínico e laboratorial para a doença.

“Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da doença no país. A pasta encaminhou aos estados um comunicado de risco sobre a patologia, com orientações aos profissionais de saúde e informações disponíveis até o momento sobre a doença”, informou o Ministério da Saúde, em nota.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nota reforçando a necessidade de adoção de medidas “não farmacológicas” para evitar a transmissão, como distanciamento físico, uso de máscaras de proteção e higienização frequente das mãos, em aeroportos e aeronaves, para retardar a entrada do vírus no Brasil

Sintomas

A varíola dos macacos é uma parente da varíola, doença que foi erradicada em 1980, mas menos transmissível, causa sintomas mais leves e é menos mortal. Ela geralmente dura de duas a quatro semanas, e os sintomas podem aparecer de cinco a 21 dias após a infecção.

Os sintomas da varíola dos macacos geralmente começam com uma mistura de febre, dores de cabeça, dores musculares, dores nas costas, calafrios, exaustão e linfonodos inchados. O último sintoma é normalmente o que ajuda os médicos a distinguir a varíola dos macacos da catapora ou da varíola, segundo a OMS.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Empresário é morto por diversos disparos de tiros em Forquilhinha

A vítima foi atingida nas Pernas, costas e no pescoço

Cidades de SC entram em situação de emergência por conta de desastres naturais; saiba quais

A Defesa Civil Nacional reconheceu a situação de emergência de mias 12 municípios, em outros Estados do Brasil

Polícia Civil com apoio da Polícia Militar recapturam foragido

O capturado é suspeito de um furto em uma farmácia na cidade de Morro da Fumaça

Presidente da Coorsel Ivanir Vitorassi é homenageado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina

A liderança cooperativista, que também é conselheiro do Sescoop/SC, teve sua atuação em prol do setor reconhecida junto a outras 23 personalidades do estado.