Geral

SC realiza o pagamento das primeiras parcelas do Bolsa Estudante; confira o calendário

Governo de Santa Catarina depositou parcelas dos meses de fevereiro e março aos alunos contemplados pelo programa que informaram os dados bancários até o último dia 13 de maio

Divulgação

O pagamento das primeiras parcelas do Bolsa Estudante foi depositado nesta sexta-feira (20), para os alunos catarinenses com conta no Banco do Brasil. O governo de Santa Catarina depositou duas parcelas referentes aos meses de fevereiro e março.

Os alunos contemplados pelo programa que informaram os dados bancários da conta para depósito até o último dia 13 de maio receberam as parcelas de R$ 568,18. Os bolsistas que informaram uma conta corrente do Banco do Brasil receberam as duas parcelas, desde que tenham cumprido 75% de frequência nas aulas em cada um dos dois meses correspondentes.

Já para os bolsistas quem tem conta corrente de outros bancos e também cumpriram os requisitos de frequência, os valores correspondentes a fevereiro e março serão pagos na próxima segunda-feira (23).

O pagamento do mês de abril será realizado no dia 31 de maio. Depois disso, cada parcela será disponibilizada até o último dia útil do mês subsequente. Por exemplo, o auxílio referente à maio será pago até o último dia útil de junho e assim por diante.

Caso não tenha recebido nenhum valor do auxílio após o dia 31 de maio, o estudante contemplado ou familiar deve procurar a secretaria da escola em que está matriculado para verificar sua situação.

O que é o Bolsa Estudante?

O Bolsa Estudante oferece um auxílio de R$ 6.250 anuais, dividido em 11 parcelas de R$ 568,18. Os valores são pagos entre os meses de fevereiro e dezembro. O programa é voltado a alunos da rede estadual do ensino médio regular ou EJA (Educação de Jovens e Adultos), cujas famílias estão inscritas no CadÚnico do governo federal.

O estudante que não apresentar a frequência escolar mínima de 75% durante algum mês, não receberá a parcela do auxílio referente ao período. Este critério é válido inclusive para as parcelas retroativas de fevereiro e março.

Se esta frequência mínima não for atingida durante três meses consecutivos, o aluno perderá o direto à bolsa. Em casos de reprovação, o estudante também perde o direito à bolsa para 2023.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

STF autoriza SC a utilizar recursos do pagamento da dívida com a União no enfrentamento da Covid-19

O pedido foi protocolado pela Procuradoria-Geral do Estado de Santa Catarina (PGE) para garantir que a União deixe de aplicar qualquer tipo de penalidade ao estado em razão da suspensão dos pagamentos.

Secretaria da Fazenda de Criciúma reforça prazo de vencimento para pagamento do IPTU 2020

Pedido de isenção do imposto e alvará de funcionamento também encerra no próximo dia 30 de junho

Prazo para pagamento da guia do alvará 2020 encerra dia 28 de fevereiro em Criciúma

Impressão dos boletos estão disponíveis no site da Prefeitura de Criciúma

Levantamento mostra que 45% dos beneficiários do PIS/PASEP vão usar dinheiro extra para pagar dívidas em atraso

Para SPC Brasil, medida é importante para que o cidadão consiga sanar pendências e recuperar crédito no mercado. Cerca de14% dos brasileiros ainda não sabem se têm direito ao benefício