Geral

SC registra movimento de banhistas em praias no feriado mesmo com decreto contra Covid-19

Regras permitem circulação de pessoas nesses locais apenas para exercício físico individual. Em Florianópolis e Balneário Camboriú, havia banhistas com cadeira e guarda-sol na areia

Divulgação

A fiscalização flagrou nas praias de Florianópolis e Balneário Camboriú, no Litoral Norte, descumprimentos ao decreto estadual vigente, que só permite a circulação de pessoas nesses locais para a prática de exercício físico individual. Os guardas municipais verificaram, no entanto, banhistas com cadeira e guarda-sol na areia neste feriado de Sexta-Feira Santa.

O decreto atual vale até 6h da próxima segunda (5h). Além das praias, as pessoas também não podem circular em praças e parques, a não ser que estejam praticando exercício físico individual. A governadora em exercício, Daniela Reinehr (sem partido), afirmou que uma reunião no sábado (3) vai tratar sobre medidas restritivas, mas não adiantou nenhuma regra.

Balneário Camboriú

Em Balneário Camboriú, havia banhistas com cadeiras e guarda-sóis na Praia Central nesta sexta. A prefeitura disse que está fazendo uma operação no local em conjunto com a Polícia Militar e com o Corpo de Bombeiros.

Na quinta (1º), o município anunciou que Balneário Camboriú conta com mais de 100 pessoas pra fazer fiscalização nesse final de semana – incluindo Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, guardas de trânsito, guardas municipais e fiscais da prefeitura.

A população pode fazer denúncias nos telefones 153, da Guarda Municipal, 190, da PM, ou no Whatsapp do Departamento de Fiscalização, que é o (47) 9 9232-0187. Neste último caso, é possível mandar imagens.

Florianópolis

Na capital, a Guarda Municipal fez fiscalização em praias como Canasvieiras, Jurerê e Joaquina e houve flagrantes de banhistas com cadeira e guarda-sol.

Porém, o subcomandante da corporação, Ricardo Pastrana, afirmou que a reação das pessoas à fiscalização tem sido positiva.

“Desde o começo da pandemia, a gente tem recebido sempre um feedback positivo da população. Sempre que a gente aborda alguém, o cara entende a nossa solicitação, acata os nossos agentes, a ordem que a gente dá de realmente a pessoa sair ou regularizar qualquer tipo de situação”, afirmou Pastrana.

Noite sem ocorrências em Imbituba

No Sul, o município de Imbituba adotou medidas mais restritivas do que o decreto estadual. Entre as regras está o fechamento total das praias e serviços não essenciais não podem funcionar à noite. As regras valem até segunda (5)

Foi feita fiscalização na noite de quinta (1º). De acordo com a Polícia Militar, todos os estabelecimentos cumpriram o horário estipulado no decreto municipal e fecharam as portas às 18h.

No centrinho da Praia do Rosa, onde houve aglomerações em feriados passados, as ruas estavam completamente vazias, apenas com os profissionais da fiscalização circulando.

O único registro de descumprimento de medidas do decreto ocorreu na quinta à tarde. Foi durante a fiscalização de estabelecimentos. Um restaurante que fica às margens da BR 101 deixou de seguir uma regra básica: os funcionários não estavam usando máscaras.

Neste primeiro momento, o estabelecimento recebeu uma advertência. Se continuar desrespeitando as medidas sanitárias, o restaurante vai ser multado e pode ser interditado.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Traficantes são presos em Braço do Norte

Foram apreendidas sete embalagens de cocaína prontas para a venda, 12.4 gramas de maconha e um R$ 6.500,00.

Domingo (11) com sol na maior parte do dia em SC

Temperatura alta, declinando no final do dia.

Mulheres vítimas de violência doméstica poderão ter cota de vagas de emprego em SC

A iniciativa determina que agências de emprego públicas e privadas devem reservar, no mínimo, 5% do total de vagas de trabalho existentes no cadastro para vítimas de violência doméstica ou familiar.

Novo presidente do TRE-SC toma posse na próxima sexta-feira (16)

Na mesma ocasião, o desembargador Leopoldo Augusto Brüggemann tomará posse como vice-presidente e corregedor regional eleitoral.