Geral

SC volta a ter a menor taxa de desemprego do país

Número de pessoas desocupadas no Estado chegou a 134 mil

Foto: Divulgação

A taxa de desemprego de Santa Catarina atingiu 3,2% no quarto trimestre de 2023, e voltou a ser a menor do país. No Brasil, a taxa caiu para 7,4% no mesmo período. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta sexta-feira (16) pelo IBGE.

O número de pessoas desocupadas em Santa Catarina passou de 147 mil, no terceiro trimestre do ano passado, para 134 mil. Na pesquisa anterior, o Estado estava na terceira posição.

— Diversos estados do país apresentaram tendência de queda, mas só em dois deles a retração foi considerada estatisticamente significativa. No Rio de Janeiro, houve crescimento acentuado da ocupação, principalmente nas atividades industriais e de outros serviços. No caso do Rio Grande do Norte, o recuo da taxa foi influenciado pela redução do número de pessoas procurando trabalho no período — explica a coordenadora de Pesquisas por Amostra de Domicílios do IBGE, Adriana Beringuy.

Veja taxa de desocupação por estado

Santa Catarina: 3,2%
Rondônia: 3,8%
Mato Grosso: 3,9%
Mato Grosso do Sul: 4%
Paraná: 4,7%
Rio Grande do Sul: 5,2%
Espírito Santo: 5,2%
Goiás: 5,6%
Minas Gerais: 5,7%
Tocantins: 5,8%
Acre: 6,7%
São Paulo: 6,9%
Roraima: 7,0%
Maranhão: 7,1%
Pará: 7,8%
Rio Grande do Norte: 8,3%
Ceará: 8,7%
Amazonas: 8,8%
Alagoas: 8,9%
Distrito Federal: 9,6%
Paraíba: 9,6%
Rio de Janeiro: 10%
Piauí: 10,6%
Sergipe: 11,2%
Pernambuco: 11,9%
Bahia: 12,7%
Amapá: 14,2%

Rendimento médio

Em relação ao rendimento médio habitual, Santa Catarina manteve a quarta posição no ranking, com um aumento de 1,2%. Em média, o trabalhador catarinense recebeu R$ 3.403 no quarto trimestre de 2023.

Os estados líderes do ranking neste quesito foram: Distrito Federal (R$ 5.103), São Paulo (R$ 3.718) e Rio de Janeiro (R$ 3.560).

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Criciúma deve jogar no 4-5-1 contra o Galo mineiro

Prefeito, vereadores e um servidor de Urussanga são presos por suposta compra de apoio político

Prisão é contra Luis Gustavo Cancellier (PP), Elson Roberto Ramos (Republicanos), Thiago Mutini (PP) e mais um servidor comissionado

Vereadores de Orleans aprovam implantação do Programa Municipal de Equoterapia

Projeto de Lei foi aprovado por unanimidade durante a sessão ordinária desta segunda-feira, dia 15.

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025

Reajuste segue previsão de 3,25% do INPC mais alta de 2,9% do PIB