Geral

SCGÁS contrata projetos sociais destinados a comunidades de Gaspar e Tubarão

Esta é a primeira vez que a SCGÁS realizou uma Chamada Pública para contratação de Projetos Socioambientais com recursos advindos de seu orçamento anual

Divulgação

Em cerimônia na tarde desta terça-feira, 19, a SCGÁS assinou contrato com os Projetos Socioambientais vencedores da Chamada Pública realizada com recursos próprios da Companhia. Neste edital, serão beneficiados os projetos “Promovendo a Biodiversidade e a Educação Ambiental do Loteamento Margem Esquerda” e o “Comunidade Brincar”. Os projetos receberão, ao todo, R$ 500 mil para promover ações de melhorias sociais, ambientais e espaciais nas comunidades. Para concorrer, os projetos deveriam atuar em comunidades próximas às estações de recebimento de Gás Natural em Gaspar e Tubarão.

Esta é a primeira vez que a SCGÁS realizou uma Chamada Pública para contratação de Projetos Socioambientais com recursos advindos de seu orçamento anual, após revisão de política interna que estabelece a destinação de 0,25% da margem bruta realizada no ano anterior para a contratação das ações. O edital teve a parceria da Rede Laço de Voluntariado na divulgação e o apoio da Fundación Avina na definição metodológica do programa.

“Feliz demais em firmar essa parceria com a SCGÁS, que trouxe, com esse edital, um olhar carinhoso para área social, uma das principais frentes de atuação da Rede Laço.Graças à excelente atuação da SCGÁS, esses projetos serão executados para trazer melhor qualidade de vida para as comunidades lindeiras de Gaspar e Tubarão. Então, o dia de hoje será para comemorar esse passo importante, tanto para as instituições que tiveram os seus projetos selecionados e que farão a diferença na vida de muitas crianças através das propostas apresentadas, quanto para nós, que seguimos trabalhando pela causa, sempre buscando promover e multiplicar ainda mais a prática de boas ações em Santa Catarina”, afirmou a presidente da Rede Laço e primeira-dama do Estado, Késia Martins da Silva.

Para Willian Anderson Lehmkuhl, Diretor Presidente da SCGÁS, a cerimônia marca uma nova fase da Companhia. “Estamos muito felizes em estar aqui na Rede Laço celebrando a contratação de projetos sociais que irão nos ajudar a melhorar os espaços de vida de comunidades vizinhas aos nossos equipamentos operacionais. Essas comunidades se desenvolveram ao redor das estações de recebimento de Gás Natural após suas instalações, por isso é tão importante promover ações de responsabilidade socioambiental nestes locais”, concluiu Lehmkhul.

Em 2021, a Companhia visitou e ouviu os moradores das comunidades lindeiras de Indaial e Urussanga, para também conhecer suas necessidades. No início do mês, a SCGÁS abriu uma nova chamada pública para seleção de Projetos Socioambientais incentivados, que aceita inscrições até 24 de outubro. Neste edital, os projetos devem ser amparados pela Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e da Lei de Incentivo ao Esporte (Fundesporte).

Projetos Sociais Contemplados 

Os dois projetos contemplados no edital de recursos próprios irão atuar nas comunidades lindeiras de Gaspar e Tubarão.  Em Gaspar, o projeto “Promovendo a Biodiversidade e a Educação Ambiental do Loteamento Margem Esquerda”, da Associação de Pais e Professores da E.E.B. Angélica de Souza Costa, objetiva promover vivências de educação ambiental com os alunos. Para isso, o projeto propõe a construção de um bosque e um pomar na área da escola, envolvendo a comunidade do bairro Margem Esquerda, promovendo oficinas, palestras e materiais educativos acerca da sustentabilidade ambiental. “Este projeto reflete a união da escola, comunidade e família como um grupo, para melhorar hábitos de vida que vão enriquecer o seu dia a dia e melhorar o futuro de nossas crianças”, explicou a coordenadora pedagógica Eliane Hoepers Alves.

No município de Tubarão, o projeto “Comunidade Brincar”, do instituto Aliança Urbana, irá cocriar e iniciar a implementação de uma comunidade de brincar, alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Para isso, irá desenvolver, por meio do diálogo com as crianças e a comunidade, uma rota de brincar na comunidade.

“O Instituto Aliança Urbana está feliz pela parceria com a SCGÁS no projeto que valoriza o brincar, a qualidade de vida das crianças e que poderá levar a comunidade do bairro da Guarda, em Tubarão, a ser referência no cuidado infantil”, afirmou Marcus Fuchs, representante do Instituto. A Organização da sociedade civil busca criar e implementar soluções aos desafios da sustentabilidade em cidades e territórios.

Notícias Relacionadas

Dez escolas municipais de Criciúma já tiveram seus documentos antigos digitalizados

Objetivo da Secretaria de Educação é criar acervo com decretos, cadastros de estudantes e professores, fotos históricas e demais documentos das unidades de ensino

Colégio Satc inicia transição de alunos para novas séries

Desafios e mudanças para os alunos que passam para o Ensino Fundamental são monitorados pelo corpo pedagógico

“Estamos perto de ver o topo da inflação”, diz presidente do BC

Campos Neto afirma que pode haver melhora no ano que vem

Queda de elevador deixa um homem ferido dentro de padaria em SC

Estado de saúde da vítima é estável; acidente aconteceu no bairro América