Esporte

Se não rezar, não joga no CEC Orleans

Presidente do Curitibanos, o parceiro de Orleans no futebol, quer um time de fé em campo.

Foto: Divulgação/FCF

O novo time profissional que vai representar Orleans no Campeonato Catarinense da Terceira Divisão, o CEC Orleans, já nasce com uma marca curiosa. Seu presidente, o ex-jogador Ivanir Soliman, é evangélico praticante, fundou o Curitibanos Esporte Clube (CEC) como um projeto social e não abre mão da fé e da disciplina.

“Não é qualquer um que joga no meu clube. Tenho normas. Comigo, jogador tem que estudar e tem que ir na igreja. Não é preconceito, mas é uma ordem”, diz Ivanir, sem fazer qualquer cerimônia. “Não é por ser evangélico”, assegura.

Usou brinco, não joga

Ivanir, hoje com 70 anos, foi goleiro entre 1965 e 83. Jogou na Caçadorense, Xanxerense e Palmitos em Santa Catarina, no Juventude de Caxias do Sul, e passou pelo Sampaio Corrêa, no Maranhão, e Anápolis, de Goiás. E o hoje dirigente vai além nas regras. “Comigo, jogador que usa brinco nem viaja. Se eu tiver só 11 jogadores e um deles não seguir as normas, eu prefiro jogar com dez”, revela.

Acompanhe a matéria completa do jornalista Denis Luciano pelo Engeplus.

Notícias Relacionadas

Ex-secretário de Administração de Orleans e empresa tem bens bloqueados

Segundo o Ministério Público, Eduardo Bertoncini era responsável pela pasta na gestão do ex-prefeito Marco Antônio Bertoncini Cascaes

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.