Geral

Sebrae encerra projeto de inovação para empresas e comemora resultados positivos

Projeto Agente Local Inovação - ALI durou 30 meses e atendeu 160 empresas do Sul do estado.

Foto: Douglas Nazario

Ao longo de 30 meses, em torno de 160 Empresas de Pequeno Porte – EPPs do Sul catarinense participaram do Projeto Agente Local Inovação – ALI, idealizado pelo Sebrae/SC. Auxiliados por quatro agentes capacitados a nível estadual, os negócios receberam consultorias nas áreas de inovação, marketing, gestão, planejamento, entre outras, tudo de forma gratuita. Encerrado nessa quarta-feira (4), o programa teve como objetivo o crescimento das empresas através da inovação.

O encerramento ocorreu na sede do Sebrae Sul, em Criciúma, e contou com a apresentação de dois cases de sucesso deste ciclo do ALI, além da palestra “Tempo de Inovar”, com o consultor do Sebrae e palestrante na área de Inovação, Luciano Pinheiro. Ele afirma que “recebemos o diagnóstico do que é preciso inovar na nossa empresa e somente então percebemos que há muita coisa para se fazer. O primeiro passo é mais trabalhoso, mas é muito importante, pois a partir dele vem os resultados. Então, concluímos que esse não é o final, pois a inovação é um processo contínuo; Uma vez que você começa a inovar, você não para mais”.

O consultor do Sebrae e coordenador estadual do projeto, Dreikes Belatto, relata que foram 30 meses de muito trabalho. Primeiro, os agentes foram capacitados. Depois, as EPPs foram visitadas e, aquelas que aderiram, receberam um diagnóstico com o levantamento de como estava a empresa naquele momento. Na sequência, foi elaborado o planejamento do que precisaria ser colocado em prática para atingir os objetivos de crescimento.

“Os resultados foram muito positivos. Inclusive, a maioria das empresas teve aumento de faturamento. Além disso, fica o processo de inovação, que não deve parar com o fechamento do ALI, ele deve continuar. Em toda Santa Catarina, cerca de 1,6 mil negócios participaram do projeto dentro desse ciclo, que foi de 2015 a 2018. Conseguimos atender todas as regiões do estado”, comemora Belatto.

Cases de sucesso

A empreendedora Mariana Aléssio Cardoso, da Biscoitos Bislau, de Içara, foi uma das participantes do projeto. Ela lembra que a empresa está há 40 anos no mercado e passa por processos de mudança nos últimos seis. “Houve uma interação muito positiva com a agente que nos atendeu porque ela participou ativamente desse período de mudança. Conseguimos desenvolver muitas coisas boas juntas, como implantar um novo software, mudar o processo de admissão dos funcionários, modificar a logística de entrega, o que possibilitou um ganho positivo ao fim do mês, além de reestruturar todo o processo da empresa”, ressalta Mariana.

Quem também participou do ALI foi o empreendedor Cristian Serafim, da Suprema Rótulos e Etiquetas, de Criciúma. Segundo ele, este foi o segundo ou terceiro projeto do Sebrae que a empresa fez parte. “O Sebrae está disposto a ajudar as empresas e sempre apresenta ideias novas. Tivemos resultados positivos em todos os projetos que participamos e, dessa vez, todos os setores da empresa foram englobados. Os consultores cobram resultados, então nos esforçamos para fazer dar certo”, conclui Serafim.

Colaboração: Vanessa Amando / Comunicação Sebrae/SC CR Sul

Foto: Douglas Nazario

Notícias Relacionadas

ExpoMais é oficialmente lançada nesta segunda-feira

O evento terá palestras principais com nomes de renome nacional, além de outros espaços que estarão à disposição do público e que serão reveladas no evento de lançamento desta segunda-feira.

Prefeitura realiza doação de terrenos para empresas e fomenta geração de empregos em Criciúma

Localizadas no Loteamento Industrial Vila Natureza, áreas foram destinadas para duas empresas. Objetivo é a geração de empregos e renda às famílias

Grupo RB recepciona clientes durante evento em comemoração ao 5º aniversário

Marcas do Sul recebem selo de reconhecimento SPFW

A partir de critérios como inovação no design, uso de materiais, qualidade e originalidade, produtos de oito empresas associadas ao Núcleo de Moda Sul catarinense foram certificados por experts da São Paulo Fashion Week.