Geral

Secretaria da Administração do Governo do Estado dá adeus aos processos impressos

Com as economias geradas em emissão de papel, impressão e transporte de documentos entre as secretarias, os valores anuais chegarão a R$29 milhões.

Foto: Krislei Oechsler/ SEA

Nesta semana, os gestores da secretaria da Administração, secretário Jorge Eduardo Tasca e o secretário adjunto Luiz Antonio Dacol, receberam os últimos carrinhos lotados com notas de empenho e processos de compra para assinaturas. A imagem é emblemática, pois marca a despedida dos gestores desse tipo de procedimento. Aos poucos, o Governo sem Papel vai ganhando espaço na demais secretarias do Estado. Até abril, a ideia é não ter mais papel tramitando no Executivo estadual.

Foto: Krislei Oechsler/ SEA

Dacol explica que levou mais de três horas para assinar e analisar todos os processos. ”Esses documentos ainda foram tramitados fisicamente na secretaria. Antes de assinar fisicamente cada um, é preciso entrar no sistema, conferir a certificação de cada nota ou contrato que gerou aquela compra em lugares diferentes, seja em sites ou programas que exigem novos logins e senhas. Se a tramitação fosse digital, no mesmo documento, já constam todas as informações. Em cerca de 15 minutos nós já conseguiríamos dar andamento à mesma quantidade de processos,“ disse.

Aos poucos todos setores da Secretaria da Administração também começam a dar adeus aos documentos impressos. Tudo está sendo arquivado em caixas e será encaminhado ao arquivo para que sejam resgatados em caso de necessidade.

Em janeiro, a secretaria de Administração já iniciou os treinamentos dos servidores de todos os órgãos para que possam passar a utilizar o Sistema de Gestão de Processos Eletrônicos- SGPE, apenas nas modalidades digitais.

Com as economias geradas em emissão de papel, impressão e transporte de documentos entre as secretarias, os valores anuais chegarão a R$29 milhões. ”Isso sem falar nos benefícios ao meio ambiente e na facilidade dos serviços aos servidores,” destaca o secretário Tasca.

Com informações da Secom SC

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Respiradores: PGE aguarda depósito de mais R$ 2 milhões em favor do Estado a partir desta segunda

Com o depósito, o valor recuperado chega a 40% do total

Com investimento de R$ 3,9 milhões, Estado entrega unidades de assistência social em Armazém, Rio do Oeste, Lontras e Florianópolis

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília.