Trânsito

Sem aditivo financeiro do Estado, Via Rápida continua sem iluminação

Celesc aguarda contrapartida do governo para poder publicar a licitação da obra, que necessitou de ajustes no projeto inicial.

Divulgação

Inaugurada em 2017, a Via Rápida, principal via de acesso dos condutores de Criciúma à BR-101, continua sem iluminação. A rodovia que liga o município criciumense a Içara e Balneário Rincão, tem um impasse que, no momento, torna o início das obras sem previsão de início. Isso porque a empresa responsável pela execução do projeto realizou estudos técnicos e constatou que ajustes precisariam ser feitos para a implementação da iluminação no local.

Consequentemente, esses ajustes gerariam custos adicionais aos que foram previstos inicialmente. Dessa forma, de acordo com a Celesc, a empresa responsável aguarda o Governo do Estado realizar o aditivo financeiro para que a empresa publique a licitação.

O projeto da iluminação da Via Rápida prevê a instalação de luminárias de LED ao longo de todo o trecho de 12,7 quilômetros. A obra será custeada por convênio com o Governo do Estado de Santa Catarina, com recursos oriundos do ICMS, sem contrapartida dos municípios.

“Parte do projeto inicial de um trecho da via, apresentado à Celesc por cooperativa responsável pela obra, necessitou de ajustes da equipe de engenheiros da Companhia para atendimento às normas técnicas, um dos motivos que causaram o adiamento do calendário previsto”, informa a Celesc.

Ainda de acordo com a Celesc, em fevereiro deste ano, o projeto foi submetido à fase de orçamento, em que foi identificada a necessidade de reajuste em relação ao previsto inicialmente. “Neste momento, a Empresa aguarda esse aditivo do Governo do Estado para, então, poder publicar a licitação da obra. A empresa especializada e vencedora do processo licitatório será contratada e fiscalizada pela Celesc”, informa a Celesc em nota oficial.

A conta de energia deverá ser paga pelos municípios de Criciúma e de Içara, que assinaram documento de comprometimento do pagamento da fatura, por meio da Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (Cosip).

A Secretaria de Infraestrutura do Estado (SIE) foi questionada a respeito das datas de previsão para o encerramento do processo licitatório e demais questões envolvendo valores adicionais e prazos de pagamento do aditivo contratual.

O secretário de Infraestrutura do Estado, Leodegar Tiscoski informou que, por ter assumido o cargo recentemente, precisa verificar o assunto junto à equipe técnica para que, nos próximos dias, uma resposta sobre previsão de datas e valores seja emitida. Mas ressaltou que a Via Rápida é a principal via de acesso à BR-101 e destacou que é uma importante obra de integração. “E a iluminação dessa via é fundamental para complementar todos os itens de segurança no tráfego da rodovia. Vamos procurar agilizar as pendências que são de competência da Secretaria de Infraestrutura e é importantíssimo agilizar esse serviço para que tenhamos logo essa obra concluída para garantir a segurança fundamental ao usuário”, declara Tiscoski.

Já a Celesc informou que questões envolvendo valores e prazos só serão respondidas quando o processo de licitação for encerrado e, desse modo, determinada a empresa vencedora. Ao serem questionados a respeito de previsão acerca do encerramento do processo licitatório, a Celesc informou que ainda não sabe uma data aproximada.

Importância da iluminação da via

O comandante da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Içara, sargento Anísio de Souza Fraga avalia que a, para a segurança viária de uma rodovia, o fator da iluminação é preponderante para o trânsito seguro. “A questão da visibilidade artificial, aliada à iluminação dos faróis dos veículos em conjunto dão mais segurança e tranquilidade para os condutores. Ainda mais em condições climáticas como chuva, cerração, etc”, declara Fraga.

Ele também acrescenta que a Via Rápida, por ter curvas, viadutos e vários acessos diferentes de bairros vizinhos, sem dúvidas é uma rodovia que precisa ser bem iluminada.

Com informações  do site TNSul

Notícias Relacionadas

Acic faz apelo ao Estado para avanço na área tecnológica da região

Adolescente morre e quatro jovens ficam feridos em acidente em Içara

Audiência encaminha estudo para melhorar acessos entre bairros e Via Rápida de Criciúma

Os encaminhamentos foram dados e aprovados por dezenas de pessoas em audiência pública, na noite desta quinta-feira (31).

Acidente na Via Rápida em Içara deixa duas vítimas fatais neste domingo (17)

Colisão entre carro e moto foi registrada por volta das 17h. Trânsito no local está lento.