Trânsito

Sem obras, estrada que dá acesso à Serra do Corvo Branco está comprometida

Melhorias pararam em 2015 e nunca foram retomadas. Rodovia é usada para escoar produção de hortaliças, frutas e leite.

Foto: Reprodução / NSC TV

A estrada que dá acesso a um dos locais mais belos do estado, a Serra do Corvo Branco, está comprometida por causa dos buracos e obstáculos. Melhorias no local começaram em 2014, mas pararam em 2015 por problemas no projeto. O consórcio que venceu a licitação de R$ 36 milhões abandonou os trabalhos, que nunca foram retomados.

Foto: Reprodução / NSC TV

O problema está nos 9,7 quilômetros em Urubici. Desde que as obras pararam os buracos aumentaram, as barreiras caíram e a Serra do Corvo Branco foi ficando cada vez mais perigosa. O trajeto nas curvas sinuosas fica ainda mais perigoso. “Transtorno, né. Caminhão estraga caminhão, há risco de acidente. Sempre agora que a safra é aqui em cima, sempre esse transtorno”, disse Eduardo Vozz, motorista.

O Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura) diz que oficialmente esse trecho da SC-370 está interditado. A rodovia liga a região serrana ao litoral catarinense, e é o caminho mais curto pra escoar a produção de hortaliças, frutas e leite, por isso muitos preferem correr o risco.

Foto: Reprodução / NSC TV

“Alguns obstáculos lá que são perigosos, não tem guard-rail, pra proteger pra não cair. Hoje tá bem abandonado”, disse Kleber Vieira, fruticultor. Ele falou ainda que essa é a principal rota para escoar a produção. “Essa aqui eu levo 55 quilômetros e a outra vou levar 190 quilômetros”, explicou.

O novo projeto para revitalização da rodovia tem prazo para ficar pronto no próximo mês. Para o início da obra, porém, não há previsão. Enquanto isso quem precisa continua na espera. “Faz tempo, faz muito tempo, muitos anos…. Não sei quando que vão terminar, mas decerto um dia nós passaremos direto na estrada boa”, disse o motorista Silvio Boing.

Com informações do site G1 SC

Foto: Reprodução / NSC TV

Notícias Relacionadas

Serramar: Estado e Deinfra têm 60 dias para iniciar obras de contenção de encostas

Deslizamentos entre Orleans e Pedras Grandes colocam usuários em risco.

Serra do Corvo Branco: obra parada gera reflexos no desenvolvimento da região

Obras para conter deslizamentos na Serra do Rio do Rastro ficam para 2018

Durante vistoria na rodovia, Secretário de Infraestrutura diz que buscará verba em 2018, mas não há prazo para início dos trabalhos.

“SC-390 é a segunda prioridade da Amrec”, afirma secretário de Estado de Infraestrutura