Trânsito

Serra do Rio do Rastro passará por nova inspeção durante esta quarta-feira

Há o risco de desmoronamento da pista em alguns trechos e a decisão final sobre a liberação parcial ou total do trânsito, será dada pelo governador Carlos Moisés. 

Foto: Divulgação

Uma nova análise das condições do trecho da SC-390, na Serra do Rio do Rastro, será realizada nesta quarta-feira (06). Integrantes da Defesa Civil Regional e Deinfra realizam novo levantamento que servirá de base para a liberação ou não do tráfego na rodovia. Há o risco de desmoronamento da pista em alguns trechos e a decisão final sobre a liberação parcial ou total do trânsito, será dada pelo governador Carlos Moisés.

A ligação entre a Serra e o Litoral, passando pelas cidades de Lauro Müller até o mirante em Bom Jardim da Serra, está interditada desde segunda-feira (04). A Polícia Militar Rodoviária (PMRv), constatou-se queda de muretas e pontos de afundamento da pista. A Defesa Civil foi contatada, averiguou a situação e sugeriu a interdição completa.

Foto: Kátia Antunes

Conforme o coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, o risco é considerado “muito alto”. “Foram identificados 3 pontos de alto risco. O sistema de drenagem da água está comprometido, fazendo com que a própria rodovia canaliza toda a água da chuva, infiltrando no concreto que já apresenta rachaduras profundas. Além disso, há o constante deslocamento de rochas, erosão e o deslocamento de terra também identificados às margens da estrada. Com isso, o rebaixamento de alguns trechos da rodovia se torne evidente. Todas as informações já foram encaminhadas ao governador e ao secretário de infraestrutura. Hoje, podemos ter uma resposta definitiva”, ressalta.

Foto: Kátia Antunes

Em reunião nesta terça-feira (05), algumas lideranças se posicionaram a favor da liberação do trânsito em meia pista, porém a Defesa Civil orientou a manutenção da interdição. “A população tem que entender que o objetivo principal é a preservação da vida. Se os estudos apontarem a condição favorável à liberação, assim será realizado. Enquanto isso, sem previsão”, enfatiza.

Rotas alternativas

Além da Serra do Rio do Rastro, a SC-370 também segue interditada. Recentemente, outro desmoronamento de pista agravou a situação da rodovia de ligação entre as cidades de Braço do Norte, Grão Pará e Urubici, passando pela Serra do Corvo Branco. Queda de rochas, afundamento da pista em alguns trechos e, agora, mais um trecho que cedeu em função do excesso de chuvas na semana passada interditaram por completo a rodovia.

Entre as rotas alternativas, os motoristas que precisam se deslocar entre a Serra e o Litoral, podem optar por um trajeto de mais de 5 horas de duração, através da SC-108, passando pelas cidades de Braço do Norte, Anitápolis e Rancho Queimado, pegando a BR-282 e se dirigindo as demais cidades serranas.

Quem sai de Florianópolis, deve acessar a Serra também pela BR-282.

 

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Governo do Estado amplia em quase 70% os investimentos e aplica R$ 18,8 milhões em conservação de rodovias em 2020

O repasse para conservação das SCs teve um salto de 69,4% no primeiro semestre de 2020, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Obras de recuperação da SC-390 começam nesta terça-feira

Assinatura da ordem de serviço, com a presença do Governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira e o Secretário de Infraestrutura do Estado Paulo França, está prevista para acontecer na quarta (26), em Orleans.

Tráfego na Serra do Rio do Rastro será liberado a partir das 12h de sábado nos finais de semana de agosto

A alteração no trânsito seguirá até o fim da obra, prevista para maio de 2021, e é necessária para garantir a segurança dos usuários da SC-390 durante o período de intervenções.