Geral

Servidor municipal é demitido por má conduta em Braço do Norte

Para o prefeito, o ato não é realizado com satisfação, porém, é necessário para dar exemplo

Divulgação

O prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten Marcelino, assinou nesta terça-feira, 2 de fevereiro, a demissão por justa causa de servidor público municipal concursado. A decisão foi tomada através de um processo administrativo, realizado por uma comissão de servidores municipais, instaurado em 2020 para apurar a má conduta do funcionário, incluindo, faltas injustificadas.

Para o prefeito, o ato não é realizado com satisfação, porém, é necessário para dar exemplo. “O contribuinte não pode arcar com o pagamento de servidores que não desejam trabalhar, apenas estarem empregados. Não fazemos isso felizes, mas com consciência de que é o correto a se fazer”.

Esta é a segunda vez que a administração municipal exonera um servidor concursado. A primeira ocorreu em 2017, já na gestão Beto e Ronaldo Fornazza.

Notícias Relacionadas

Vacinação em SC: 290 mil doses da vacina contra a Covid-19 foram aplicadas nos grupos prioritários

Os grupos prioritários que estão sendo vacinados neste momento são: os trabalhadores da saúde, os idosos e pessoas com deficiência institucionalizados, a população indígena e os idosos com mais de 80 anos.

Plataforma de Inovação será lançada na segunda-feira (08/03)

Força tarefa resgata 18 pessoas em situação análoga à de escravidão e outras em trabalho clandestino em SC e no RS

Uma operação em propriedades de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, tendo como base o município de Lages, encerrou na última terça-feira com um saldo de 25 trabalhadores em situação análoga à de escravo e/ou na clandestinidade.

Pavimentação: rua Osvalda Cunha recebe camada asfáltica

Hoje foi dia do bairro São Francisco de Assis, rua Osvalda Cunha, receber a pavimentação