Geral

Servidores em estado de greve

Em Araranguá, categoria rejeitou a proposta da Prefeitura.

Foto: Divulgação

Os servidores municipais de Araranguá rejeitaram a proposta salarial feita pela Prefeitura e aprovaram o estado de greve. A oferta apresentada foi de reajuste de 4,5%, parcelado em duas vezes ou pago sem parcelamento a partir de junho.

“Não se negocia mais o dissídio coletivo com parcelamento em lugar nenhum e, além disso, esses 4,5% estão fora de cogitação, já que o custo de vida tem sido muito maior. Não abrimos mão de 7,6%”, afirma o presidente do sindicato, Fernando Espíndula. Os servidores voltam a se reunir na terça-feira para decidir as próximas ações.

A negociação coletiva também já iniciou em Criciúma. Na última semana, os servidores decidiram a pauta de reivindicações, já protocolada no gabinete do prefeito Clésio Salvaro (PSDB). A classe pediu para ter uma rodada de conversas no próximo dia 10 e agora aguarda a confirmação do chefe do Poder Executivo.

Os criciumenses reivindicam reajuste de inflação e mais 3% de ganho real; 4,17% para o magistério, e equiparação de salários de algumas categorias.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Estado garantirá tratamento anual de R$ 2,7 milhões a criança de Laguna com AME, decide TJ

De acordo com os autos, a perícia médica comprovou que a criança, natural de Laguna, precisa do remédio e que inexiste, na rede pública de saúde, tratamento para a doença.

Com investimento de R$ 3,9 milhões, Estado entrega unidades de assistência social em Armazém, Rio do Oeste, Lontras e Florianópolis

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília.

Estado libera recursos para pavimentação da última etapa de acesso à Barragem do Rio São Bento, em Siderópolis

Para o prefeito Cesa, foram muitos anos de espera por essas duas obras no município.