Reflexão

Símbolos vocacionais chegam a Criciúma durante Caminhada diocesana

O ato teve início na rótula de acesso ao bairro Rio Maina e culminou com a missa, no Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza.

Foto: Divulgação / Diocese de Criciúma

O dia não poderia ser mais propício para a atividade realizada há mais de 30 anos na Diocese de Criciúma. A tradicional Caminhada Vocacional Diocesana, na manhã deste domingo (26), reuniu centenas de pessoas de diversas paróquias, com a presença de padres, religiosas, religiosos, seminaristas, aspirantes, leigos e leigas. O ato teve início na rótula de acesso ao bairro Rio Maina e culminou com a missa, no Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza.

“Num dia lindo, maravilhoso, estamos fazendo o que de mais bonito a Igreja pode fazer, que é promover vocações para o seu serviço”, iniciou o Bispo Diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach, em sua homilia. A Caminhada Vocacional contou com a presença do símbolo e do ícone da Jornada Vocacional, uma das propostas da ação evangelizadora “Cada Comunidade, uma Nova Vocação”, abraçada pela Igreja Católicas nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Trata-se de um barco, com a simbologia que remete a Cristo, através da cruz; à Maria, com o manto azul e à oração, pela dezena do terço, com as contas fixadas conforme a passagem em cada diocese – Santa Catarina conta com dez dioceses. Além do barco, elemento que comumente simboliza o serviço de animação vocacional, também o ícone: um quadro em estilo bizantino, com a imagem do discípulo amado, São João Batista, e Jesus.

Durante a missa, Dom Jacinto recordou o domingo de oração pela vocação dos fiéis leigos e leigas e, mais especialmente, o dia do Catequista. Por ocasião da Caminhada, o epíscopo recordou o ato semelhante realizado neste mesmo dia pela Diocese de Chapecó, de onde partiram os símbolos na última quinta-feira, e afirmou ser esta uma oportunidade para pedir e agradecer pelas vocações que Deus já tem concedido à Igreja.

“Sempre digo que uma diocese ou uma congregação que não investe muito na promoção vocacional certamente não está entendendo seu papel fundamental”, frisou o Bispo ao explicar sobre a necessidade de a Igreja de promover vocações, buscar pessoas para os seus mais diversos serviço e, depois, sim, cumprir o mandato de Jesus de sair para evangelizar. “Para colher vocações não pode ser um trabalho terceirizado; ele é da Igreja. A Igreja tem que se ocupar disso!”, continuou Dom Jacinto, que exaltou o apoio dos leigos na promoção vocacional.

“O que estamos fazendo aqui, hoje de manhã, é um momento de ação de graças pelo trabalho e pelo carinho que vocês têm pelas vocações; pelas orações e porque temos motivos tão grandes para nos alegrar! Vocações têm em toda parte e em todos os tempos; a falta será nossa e não de Deus, se não apoiarmos e não cultivarmos. Alegro-me, nesta manhã, por todos vocês que trabalharam no coração, durante a caminhada, esse sentimento, pensando em sua família, na sua comunidade, sua paróquia, na Diocese onde as pessoas vivem, servem. E servir é o grande segredo da realização. Se vocês quiserem ser grandes, sejam aqueles que servem! Todas as vocações têm esse sentido: servir sempre com amor e com generosidade”, finalizou Dom Jacinto, pedindo bênçãos sobre todos e agradecendo também pelo sustento material ofertado aos seminários.

Ao final da missa, tomou a palavra o coordenador regional da Pastoral Vocacional, padre Marlon Malacoski, da Diocese de Caçador. Foi ele quem trouxe os símbolos da Jornada Vocacional da Diocese de Chapecó à Diocese de Criciúma. Segundo padre Marlon, no início do ano, aproximadamente 50 dioceses haviam aderido ao projeto hoje, já são mais de 100 delas, em outros estados do Brasil e também na África.

“O Papa Francisco nos diz que o primeiro método para obter vocações é a oração , por isso também a proposta de, nos nossos encontros, nas nossas celebrações, sempre rezar uma dezena do terço. O segundo eixo é a divulgação. Temos hoje toda essa propagação através dos meios de comunicação e queremos divulgar aquilo que é bom, através dos exemplos e testemunhos vocacionais, produzindo vídeos e divulgando instrumentos importantes da caminhada da comunidade nos espaços da juventude, catequese e família”, ressaltou padre Marlon, desejando bom êxito à jornada na Diocese, como um grande impulso para as vocações.

  • IMG_7625
  • IMG_7645
  • IMG_7652
  • IMG_7677
  • IMG_7693
  • IMG_7711
  • IMG_7751
  • IMG_7758
  • IMG_7761
  • IMG_7766
  • IMG_7790
  • IMG_7795
  • IMG_7812
  • IMG_7819
  • IMG_7822
  • IMG_7823
  • IMG_7825
  • IMG_7832
  • IMG_7837
  • IMG_7839
  • IMG_7843
  • IMG_7846
  • IMG_7852
  • IMG_7874
  • IMG_7880
  • IMG_7890
  • IMG_7901
  • IMG_7919
  • IMG_7928
  • IMG_7939
  • IMG_7954
  • IMG_7980
  • IMG_7999
  • IMG_8002
  • IMG_8019
  • IMG_8041
  • IMG_8062
  • IMG_8081
  • IMG_8146
  • IMG_8173
  • IMG_8177
  • IMG_8206
  • IMG_8241
  • IMG_8256
  • IMG_8259
  • IMG_8262
  • IMG_8289
  • IMG_8330
  • IMG_8332
  • IMG_8364

Cronograma da peregrinação do ícone e do símbolo da Jornada Vocacional

28/08 – 18h: Saída do Seminário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio (Nova Veneza) para a Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Siderópolis)
31/08 – 17h20min: Saída da Paróquia Nossa Senhora Aparecida para a Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Urussanga)
02/09 – 18h: Saída da Paróquia Nossa Senhora da Conceição para a Catedral São José (Criciúma)
04/09 – 19h: Saída da Catedral São José para a Paróquia Nossa Senhora das Graças (Pinheirinho, Criciúma)
05/09 – 18h: Saída da Paróquia Nossa Senhora das Graças para a Paróquia Nossa Senhora da Glória (Meleiro)
06/09 – 19h: Saída da Paróquia Nossa Senhora da Glória para a Paróquia Nossa Senhora da Oração (Turvo)
07/09 – 18h30min: Saída da Paróquia Nossa Senhora da Oração para a Paróquia Santa Terezinha (Jacinto Machado)
08/09 – 18h30min: Saída da Paróquia Santa Terezinha para a Comunidade São José (Paróquia São João Paulo II, Sombrio)
11/09 – 19h: Saída da Paróquia Santo Antônio de Pádua para o Colégio Murialdo (Araranguá)
13/09 – 19h: Saída do Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens para a Paróquia Sagrada Família (Araranguá)
15/09 – 14h: Saída da Paróquia Sagrada Família para o Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus (Içara)
18/09 – 19h: Saída do Santuário Sagrado Coração Misericordioso de Jesus para a Paróquia São Miguel Arcanjo (Içara)
19/09 – 18h: Concentração e Envio dos Ícones na Paróquia São Miguel Arcanjo para a Paróquia São José Operário (Diocese de Tubarão)

Colaboração: Diocese de Criciúma

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça mantém indenização para casal agredido por seguranças de CTG em Içara

Com cassetetes, os seguranças danificaram o automóvel das vítimas e ainda atingiram a mulher com um golpe no olho.

Acadêmicos de Medicina conhecem gestão da Secretaria de Saúde de Criciúma

Visita foi realizada nesta segunda-feira (21) no Paço Municipal Marcos Rovaris

Diocese de Criciúma realiza sua 23ª Assembleia de Pastoral

O momento de comunhão e organização reuniu 150 representantes de paróquias, santuários, pastorais e movimentos da Igreja diocesana, entre padres, religiosas e leigos.

Criciúma encerra Parajasc com título na bocha

Município participou da competição de 14 a 19 de outubro, em Caçador.