Geral

STF manda prender caminhoneiro Zé Trovão a pedido da PGR

Ele é um dos alvos do inquérito que apura a organização de atos antidemocráticos marcados para o dia 7 de setembro

Divulgação

A Polícia Federal está em busca do caminhoneiro catarinense Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, para cumprir um mandado de prisão. Ele é um dos alvos do inquérito que apura a organização de atos antidemocráticos marcados para o dia 7 de setembro. A prisão foi solicitada pela Procuradoria Geral da República (PGR), e a determinação partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

As buscas são feitas em diferentes endereços mas, até agora, o catarinense ainda não foi localizado. Mais cedo, em Brasília, a PF prendeu o blogueiro Wellington Macedo. De acordo com o G1, a polícia emitiu nota em que afirma que a prisão “tem o objetivo de aprofundar investigações em curso nos autos de inquérito”.

Zé Trovão e Wellington estavam entre os alvos de mandados de busca e apreensão que foram cumpridos no dia 20 de agosto. Apesar de terem as contas bloqueadas nas redes sociais, ambos driblaram a ordem judicial e participaram no último domingo (22) de uma live com o blogueiro Oswaldo Eustaquio, em que foram feitas novas ameaças às instituições.

Com informações de Dagmara Saputz / NSCTotal

Notícias Relacionadas

Mega-Sena: prêmio acumula e vai a R$ 55 milhões

Dezenas sorteadas: 05 - 14 - 23 - 46 - 48 - 52

Acusado de assédio, professor do IFSC é exonerado no Sul de SC

Servidor Público Federal, professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina, IFSC, que foi acusado de assédio sexual foi exonerado da função

SC é o 4° Estado do país com menor preço médio de gasolina comum; veja valor por cidade

Dados são levantados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo); na sexta-feira (1°) , governo de SC reduziu alíquota de ICMS sobre gasolina a 17%

Registros de racismo em SC crescem quase 20% em 2021

Santa Catarina é o segundo estado com maior número de registros de injúria racial, aponta Anuário de Segurança Pública; neste domingo celebra-se o dia Nacional de Combate à Discriminação Racial.