Saúde

Sul do estado recebeu R$ 9,6 milhões em emendas impositivas para a área da Saúde

O dinheiro irá custear, por exemplo, cirurgias, exames e consultas médicas, aquisição de medicamentos e compra de computadores e veículos para transporte de pessoas em tratamento fora do domicílio (TFD).

Divulgação/Secom

O Governo do Estado repassou em 2020 mais de R$ 9,6 milhões para pagamento de 47 emendas impositivas de 2019 voltadas à Saúde em municípios do Sul catarinense. Os recursos, que atendem a 14 deputados e ex-deputados, são destinados para 21 cidades de toda a região.

O dinheiro irá custear, por exemplo, cirurgias, exames e consultas médicas, aquisição de medicamentos e compra de computadores e veículos para transporte de pessoas em tratamento fora do domicílio (TFD).

Além das prefeituras, vários hospitais foram beneficiados na região Sul. São instituições como o Hospital São Donato, de Içara; o Hospital São Sebastião, em Turvo; a Associação Beneficente Santa Teresinha, em Braço do Norte; a Associação Hospitalar Nossa Senhora de Fátima, em Praia Grande; a Fundação Médico Social Rural, em São Martinho; e o Instituto Maria Schmitt, em Timbé do Sul. Os recursos são destinados para custeio e manutenção de unidades, aquisição de equipamentos para exames, macas e berços neonatal.

Municípios

Confira os municípios que receberam as emendas impositivas: Jacinto Machado, São Martinho, Criciúma, Içara, Siderópolis, São João do Sul, Imaruí, Araranguá, Tubarão, Balneário Arroio do Silva, Cocal do Sul, Braço do Norte, Sombrio, Armazém, Morro da Fumaça, Gravatal, Praia Grande, Santa Rosa de Lima, Turvo, Timbé do Sul e Grão Pará.

As emendas impositivas são dos deputados estaduais Ada Faraco de Luca, Ismael dos Santos, José Milton Scheffer, Luiz Fernando Vampiro, Moacir Sopelsa, Rodrigo Minotto, além dos ex-deputados Ana Paula Lima, Cesar Valduga, Leonel Pavan, Manoel Mota, Patrício Destro, Ricardo Guidi, Serafim Venzon e Valmir Francisco Comin.

Emendas impositivas

Segundo a Constituição Estadual, as emendas individuais de parlamentares são recursos do orçamento público legalmente indicados por deputados ao projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA). Elas serão aprovadas no limite de 1% da receita corrente líquida prevista no projeto de lei encaminhado pelo Poder Executivo. Tais emendas permitem que os deputados apontem a destinação de recursos sem a intervenção direta do Executivo.

Notícias Relacionadas

Após realização do primeiro transplante renal do Sul do Estado, paciente tem alta do Hospital São José

Iasmin de Aguiar Possidonio, de 19 anos, teve alta na manhã desta terça-feira, dia 14 de janeiro

Governo do Estado repassa mais R$ 32,3 milhões em emendas impositivas para a Saúde de municípios de SC

A verba, encaminhada entre os dias 17 de junho e 3 de julho, atende diretamente 95 municípios em todas as regiões de Santa Catarina.

Justiça do Trabalho recebeu 7,7 mil ações, desde o início da pandemia

Levantamento é do Tribunal Superior do Trabalho

Governo catarinense irá repassar R$ 171 milhões em emendas impositivas para municípios

O Governo do Estado apresentou um cronograma de pagamentos que totaliza R$ 171.826.553,41, que serão repassados aos municípios catarinenses ainda em 2020.