Saúde

Surto da variante Ômicron é investigado em três bares de Florianópolis

Em um dos casos, 30 pessoas que estivam o estabelecimento testaram positivo para a Covid; cinco tem suspeita da variante

Divulgação

Um surto de casos de contaminação pela variante Ômicron da Covid-19 em três bares é investigado pela prefeitura de Florianópolis. Os casos foram notificados na primeira semana de dezembro e a previsão é que o resultado dos testes fique pronto em até 30 dias. Segundo a prefeitura, clientes que estiveram nesses lugares estão sendo chamados para testagem.

A prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, detalhou que nenhum dos três locais possui o selo “Local Seguro”. Essa ferramenta é uma medida municipal e certifica que o estabelecimento cobra o “passaporte da vacinação” aos clientes.

Em um dos bares foram confirmados 30 casos positivos de Covid-19 entre clientes e funcionários. Em cinco deles há suspeita de contaminação pela Ômicron.

Outro estabelecimento teve 15 casos de Covid-19, cinco deles com suspeita da nova variante. Já um terceiro bar, teve quatro funcionários infectados, um dos casos é investigado para Ômicron.

A prefeitura informou ainda que um dos bares chegou a ser fechado devido ao afastamento da equipe pela contaminação. A reabertura aconteceu após a desinfecção do local e contratação de uma nova equipe.

Os testes dos casos suspeitos foram enviados para a Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, para o sequenciamento genético e identificação da variante. O nome dos bares não foi divulgado.

Pelo menos 49 casos são investigados

São pelo menos 49 casos suspeitos da variante Ômicron estão sendo investigados em Florianópolis. A confirmação foi feita pelo secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Justos da Silva, o Dr. Paraná, em entrevista à CBN Diário na terça-feira (28).

​> Florianópolis lidera casos ativos de Covid em SC em meio à temporada de verão​

Paraná ressaltou também que o surgimento de casos suspeitos vem sendo acompanhado pela secretaria, principalmente para a tomada de decisões em relação à pandemia.

— Há cerca de 40 mil pessoas em Florianópolis que ainda não estão vacinadas, principalmente na faixa etária mais jovem. Então, isso nos preocupa bastante. Estamos acompanhando esses dados para tomar a decisão — reforçou.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski