Segurança

Suspeito de matar ex-companheira com tiro no pescoço é preso em SC

Homem de 33 anos teve a prisão preventiva decretada pelo homicídio de Makelli Poletto

Divulgação

O suspeito de matar Makelli Poletto, 37 anos, foi preso na terça-feira (22) em Xanxerê, no Oeste catarinense. A vítima, segundo a Polícia Militar, foi encontrada sem vida com um tiro no pescoço O crime aconteceu na madrugada de domingo (19) no bairro Vila Sésamo. O homem preso é ex-companheiro da vítima.

Após o crime, ele fugiu do local. Um mandado de prisão preventiva foi expedido e o homem se entregou na terça. O preso foi conduzido para o Presídio Regional de Xanxerê.

O vereador de Dionísio Cerqueira Diego Polleto, irmão de Makelli, se pronunciou sobre o caso. Ele chegou a compartilhar fotos e informações sobre o suspeito. “Minha irmã não volta mais”, escreveu em uma publicação no Facebook.

O caso é investigado pela Polícia Civil como feminicídio. A reportagem tentou contato com o delegado responsável pelas investigações, mas não obteve retorno até a publicação da matéria.

Makelli foi enterrada na segunda-feira (20), no Cemitério Municipal de Xanxerê.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski