Segurança

Suspeito de matar ex-companheira em Tubarão se entrega à polícia

O caso, tratado como feminicídio, está em investigação pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami)

Divulgação/Polícia Civil

O suspeito de matar a ex-companheira Adriana Joaquim de 45 anos, A.J.P., 55 anos, se entregou na manhã desta segunda-feira (13) ao Batalhão da Polícia Militar de Tubarão. O crime ocorreu na tarde deste domingo (12), no Bairro Oficinas, em Tubarão.

O caso, tratado como feminicídio, está em investigação pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami), da Polícia Civil de Tubarão. O crime ocorreu na Rua Laguna, no bairro Oficinas, nas proximidades do Loteamento Soratto, em Tubarão por volta das 13h40 de domingo.

O suspeito, que é policial militar aposentado, arrombou a porta da casa da vítima e disparou dois tiros na cabeça da mulher. A mulher não resistiu e morreu na própria casa. Os policiais procuravam o suspeito desde a tarde deste domingo. As guarnições encontraram na casa do suspeito uma espingarda e muitas munições. Também já havia sido apreendido o carro usado pelo homem para fugir após o crime.

Com informações do Portal Agora Laguna

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Com investimento de R$ 3,9 milhões, Estado entrega unidades de assistência social em Armazém, Rio do Oeste, Lontras e Florianópolis

Cada uma das unidades conta com sala de atendimento familiar, administração, recepção, cozinha, banheiro, área de serviço, sala multiuso, área externa coberta e mobília.

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.