Segurança

Suspeito de matar ex-companheira em Tubarão se entrega à polícia

O caso, tratado como feminicídio, está em investigação pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami)

Divulgação/Polícia Civil

O suspeito de matar a ex-companheira Adriana Joaquim de 45 anos, A.J.P., 55 anos, se entregou na manhã desta segunda-feira (13) ao Batalhão da Polícia Militar de Tubarão. O crime ocorreu na tarde deste domingo (12), no Bairro Oficinas, em Tubarão.

O caso, tratado como feminicídio, está em investigação pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami), da Polícia Civil de Tubarão. O crime ocorreu na Rua Laguna, no bairro Oficinas, nas proximidades do Loteamento Soratto, em Tubarão por volta das 13h40 de domingo.

O suspeito, que é policial militar aposentado, arrombou a porta da casa da vítima e disparou dois tiros na cabeça da mulher. A mulher não resistiu e morreu na própria casa. Os policiais procuravam o suspeito desde a tarde deste domingo. As guarnições encontraram na casa do suspeito uma espingarda e muitas munições. Também já havia sido apreendido o carro usado pelo homem para fugir após o crime.

Com informações do Portal Agora Laguna

Notícias Relacionadas

Apoio ao candidato Vitorassi para eleição da Coorsel se intensifica durante reuniões com associados

Na noite de hoje (16), às 19h30min, os associados da comunidade de São Gabriel são convidados a participarem do encontro com os candidatos, em Treze de Maio.

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.

PRF prende quadrilha especializada em furto de roupas em shopping centers na região de Tubarão

Os suspeitos confessaram que furtaram as roupas de lojas da região no final de semana e estavam indo vender as roupas em Tubarão.