Segurança

Suspeito de matar policial em SC é preso após 13 dias foragido; veja trajetória até esconderijo

Delegado responsável pela prisão contou como foram os bastidores que levaram até a prisão de Eduardo Coimbra

Divulgação

Após 13 dias foragido, o suspeito de matar atropelado o policial militar rodoviário Alexandre Maciel foi finalmente preso. Eduardo Coimbra, de 26 anos, estava escondido em um apartamento no bairro Velha em Blumenau. O homem foi localizado e preso na tarde do último sábado (7).

Rodrigo Reitz, delegado responsável pela prisão de Eduardo, conversou com a reportagem e deu detalhes da prisão do rapaz. Após análise de dados e investigação da Civil, os policiais localizaram um possível endereço onde o suspeito estava escondido.

O delegado conta que o apartamento onde o jovem estava pertencia a uma mulher que também acabou presa e que havia sinais de que Eduardo estava há pelo menos dois dias no local. “Ele ficou surpreso, obviamente. Poucas pessoas sabiam onde ele estava, mas ao ver que não tinha para onde fugir ele se entregou”, relatou.

Saída temporária, atropelamento e fuga

Eduardo estava detido no Presídio Regional de Blumenau desde 2017 e cumpria pena de 21 anos por roubos, receptação e organização criminosa. Em março deste ano, o jovem havia sido beneficiado com a saída temporária, porém acabou não retornando ao presídio e foi dado como foragido.

No dia 24 de abril, o jovem conduzia um veículo em alta velocidade em Massaranduba, quando desrespeitou uma ordem de parada e atropelou o policial militar rodoviário Alexandre Maciel. O cabo não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Eduardo fugiu do local e, desde então, a PM realizava buscas pelo suspeito.

Buscas em Massaranduba e aparição em Blumenau

Logo depois da morte de Alexandre Maciel, as buscas por Eduardo iniciaram na região. Cerca de 30 policiais e cães farejadores procuraram pelo suspeito, que fugiu deixando a esposa presa dentro do veículo.

Participam da ação policiais militares do 14º Batalhão, do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), policiais militares rodoviários e policiais do helicóptero Águia de Joinville, mas Eduardo conseguiu escapar do cerco e fugiu.

Cinco dias após atropelar e matar o policial militar rodoviário, Eduardo reapareceu. O jovem furtou uma caminhonete em Massaranduba e empreendeu fuga para Blumenau.

Acidente, cerco fechado e nova fuga

Eduardo foi localizado após roubar a caminhonete em Massaranduba e perseguido até o bairro Itoupava Central, em Blumenau. O jovem chegou a bater o carro em uma residência, mas fugiu.

A Polícia Militar fechou o cerco e mapeou a área onde o suspeito havia fugido. Casas chegaram a ser revistadas em toda a região onde Eduardo foi visto, mas o rapaz conseguiu escapar.

Segundo testemunhas, o homem foi visto comendo algumas tangerinas no bairro Itoupava Central. O jovem estava com o rosto bastante inchado e havia suspeitas de que ele teria sido picado por abelhas antes de cometer um novo roubo.

Nova aparição e prisão falsa

Conforme informações da PM, Eduardo é suspeito de sequestrar um motorista e obrigá-lo a levar o jovem de carro até o bairro Bandefurt. Houve muita movimentação policial nesta terça-feira em um condomínio popular no bairro Passo Manso, que fica próximo ao Badenfurt.

Poucos dias depois da nova aparição, surgiu um boato de que o jovem finalmente havia sido capturado. Porém, se tratou de um “alarme falso”. A polícia realmente atuou na prisão de um homem no bairro Passo Manso, mas não se tratava de Eduardo Coimbra, que continuava foragido.

Localização de esconderijo, prisão e silêncio

Após análise de dados e investigações das polícias militar e civil, Eduardo foi finalmente localizado. O rapaz estava em um apartamento no bairro Velha. No local os policiais encontraram certa quantidade de cocaína além de objetos utilizados para o tráfico de drogas.

A Polícia Civil acredita que o suspeito estava escondido no imóvel há pelo menos dois dias. O delegado conta que Eduardo não tentou fugir e também não resistiu a prisão. A mulher, proprietária do local, também foi presa.

Durante o interrogatório o rapaz permaneceu em silêncio. Ele então foi conduzido ao presídio regional de Blumenau. Além da pena que Eduardo já estava cumprindo, o rapaz deve ser condenado ainda por homicídio, roubo e tráfico de drogas.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

PRF prende foragido do sistema penal do RS com CNH falsa em Tubarão, na BR-101

Ele foi preso e encaminhado para a Polícia Federal de Criciúma.

Polícia Civil indicia e prende homem suspeito de realizar dois roubos armados em Criciúma

Os crimes investigados ocorreram no fim de janeiro deste ano, ambos no bairro Jardim Maristela

Família informa morte de empresário suspeito de estar com Coronavírus em Criciúma

A vítima estava internada na UTI e ainda aguardava os resultados dos exames de Covid-19

Suspeito de incendiar casa e matar mulher e criança é preso em Tubarão

O crime ocorreu no dia 31 de dezembro de 2019 e foi solucionado pela Polícia Civil.