Segurança

Suspeito de realizar série de furtos e causar prejuízos de R$ 40 mil é preso, em Pedras Grandes

O homem de 32 anos possui inúmeras passagens policiais por crimes patrimoniais e tráfico de drogas.

Divulgação

Um homem de 32 anos foi preso na manhã desta quinta-feira, 30, em Pedras Grandes. Ele é suspeito de ter praticado pelo menos seis furtos à residência, sendo cinco em Tubarão e um em Pedras Grandes, os quais somam prejuízo de aproximadamente R$ 40 mil às vítimas.

O setor de investigação criminal da Delegacia de Tubarão tomou conhecimento de diversos furtos à residência ocorridos na cidade e de imediato iniciou diligências investigativas com a finalidade de identificar o autor dos fatos. Após mais de dois meses de investigação, a Polícia Civil logrou êxito em identificar o autor dos furtos. O homem possui inúmeras passagens policiais por crimes patrimoniais e tráfico de drogas.

O Delegado de Polícia coordenador do setor de investigação de Tubarão representou pela prisão preventiva do suspeito e por busca e apreensão em sua casa, pedidos que foram deferidos pelo Poder Judiciário local.

Na manhã de hoje, policiais civis do setor de investigação criminal de Tubarão e da Delegacia de Pedras Grandes deram cumprimento ao mandado de busca e apreensão e ao mandado de prisão preventiva em desfavor do suspeito.
Durante as buscas os policiais apreenderam inúmeros objetos furtados, os quais, após os procedimentos de polícia judiciária, serão restituídos às vítimas.

O preso foi interrogado e indiciado pela autoridade policial e posteriormente encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.

Com informações do site HC Notícias

Notícias Relacionadas

Polícia Civil indicia e prende homem suspeito de realizar dois roubos armados em Criciúma

Os crimes investigados ocorreram no fim de janeiro deste ano, ambos no bairro Jardim Maristela

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara