Clima

Temporais causam estragos na região neste final de semana

No domingo, Criciúma e Cocal do Sul foram as cidades mais afetadas. No sábado, os maiores danos apareceram em Orleans

Foto: Erik Borges/TNSul

O final de semana resguardou temporais tipicamente de verão na Região Carbonífera. Após as temperaturas se aproximarem da casa dos 40º C, nuvens escuras e carregadas trouxeram chuvas torrenciais no período da tarde. As cidades mais afetadas foram Criciúma e Cocal do Sul, no domingo, e Orleans, no sábado.

Família fica desalojada em Cocal

A alta quantidade de água obrigou uma família a deixar para trás a residência em que vive. Segundo a Defesa Civil, eles foram realocados para a casa de parentes porque o imóvel ficou totalmente alagado. No mesmo município, o órgão informou que o muro de uma escola veio a baixo. O local ficou sob responsabilidade das equipes da prefeitura.

O Governo Municipal afirmou que foram 40 chamados oficiais durante a tarde. Entre as ocorrências, tiveram 12 pontos de inundação, cinco casas alagadas, uma queda de poste, dois rompimentos de drenagem e diversas quedas de árvores e galhos.

Em Criciúma, mais de 40 milímetros de chuva

A Defesa Civil de Criciúma não registrou nenhuma ocorrência pontual durante a tempestade. A cidade acumulou um total de 43 milímetros de chuva durante a tarde deste domingo, a maior concentração da região. A alta quantidade de precipitação em um período inferior a uma hora fez com que diversos alagamentos fossem observados. A área central e o bairro Pio Corrêa foram os locais mais atingidos.

“Registrou-se em alguns lugares a queda de granizo fino, mas de forma bastante passageira, sem danos. Foi uma chuva bastante concentrada, que ocasiona nesses alagamentos rápidos. O sistema de escoamento agiu assim que a chuva parou”, explica Rosinei da Silveira, coordenador regional da Defesa Civil.

A previsão de temporais continua para os próximos dias. “Essa onda de calor persiste, mesmo que encontre um enfraquecimento a partir de hoje. A circulação de bastante umidade na atmosfera e o encontro com esse calor provoca esses temporais localizados”, sublinha.

Ventania causa danos em órgãos públicos de Orleans

Na tarde de sábado, uma tempestade de verão seguida por um forte vendaval trouxe prejuízos a diversos órgãos públicos e residências particulares em Orleans. O prefeito Jorge Koch repassou que telhado do recém construído do Colégio Toneza Cascaes desprendeu-se e voou até o ginásio que fica ao lado da instituição, quebrando dezenas de telhas. Em seguida, também foi atingido o ginásio municipal Homero de Miranda Gomes, quebrando outras 10 telhas. Na mesma rua, cinco residências foram atingidas, também pelas telhas que voaram do Colégio Toneza Cascaes.

Mais estragos foram observados ao redor da rodoviária, onde dois postes caíram. O vendaval derrubou ainda aproximadamente 30 árvores na rua do Paredão do Zé Diabo, que precisou ser interditado. “Estamos de prontidão acompanhando todos esses danos, juntamente com a Defesa Civil, a Secretaria da Infraestrutura, e a Polícia Militar. Graças a Deus não tivemos nenhuma vítima, somente danos materiais que serão recuperados de imediato”, afirma o prefeito.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Pesquisa inédita de geração de energia tem bons resultados em Santa Catarina

Estudo desenvolvido no Sul do Estado busca tecnologia viável economicamente para realizar a captura de dióxido de carbono em indústrias de geração de energia a base de carvão

Morte de duas crianças em condomínio de Criciúma é investigada

Equipes da Vigilância Sanitária encontraram fezes de rato e barata em duas caixa d'águas próximas ao local

Ciclista é atropelado por motorista em fuga que transportava 211 kg de droga em SC

Segundo informações da PRF, o motorista foi preso; o caso aconteceu em Joinville, no Norte do estado

SC tem mínima abaixo de -3ºC e geada no 1º dia de julho

Em Bom Jardim da Serra, às 6h os termômetros marcaram -3,41ºC. Em São Joaquim, a míníma foi de -3,2ºC na localidade do Vale do Caminhos da Neve.