Serra

Temporal com vento forte destelha casas e derruba árvores em cidades da Serra de SC

Ao menos 13 bairros de Lages foram atingidos por volta das 16h.

Vento forte destelhou casas nesta tarde — Foto: Defesa Civil / Divulgação

Um temporal com chuva, vento forte e granizo causou estragos em ao menos 13 bairros de Lages, na Serra catarinense, por volta das 16h desta segunda-feira (1º). Conforme a Epagri/Ciram, o vento chegou a 75 km/h. Também foram registrados danos em São Joaquim e Campo Belo do Sul.

As Centrais Elétricas de Santa Catarina – Celesc enviaram boletim sobre interrupções no fornecimento de energia por causa de danos causados pelo mau tempo. Até 18h50, na região de Lages 8.849 unidades consumidoras estavam sem luz. Na Grande Florianópolis, eram 23.891 unidades consumidores sem energia elétrica. Na região de Tubarão, no Sul, eram 944. A empresa informou que 41 equipes trabalhavam para restabelecer a rede.

Lages

Árvores foram derrubadas pelo vento forte — Foto: Defesa Civil / Divulgação

Segundo a Defesa Civil do município, o fenômeno durou cerca de 40 minutos, destelhou casas, mas ninguém ficou desalojado, desabrigado nem ferido. O granizo, segundo o órgão, foi de pedras pequenas mas em grande quantidade.

Ainda segundo a Defesa Civil, ao menos 22 casas foram destelhadas, duas árvores foram derrubadas e o risco de queda de outras duas estava sendo avaliado pelo órgão até o fim da tarde desta segunda.

Os bairros atingidos são Caroba, São Sebastião, Centenário, Cidade Alta, Penha, Morro Grande, Santa Catarina, Jardim Celina, Santa Clara, Tributo, Vila Nova, Vila Maria e Santa Helena.

Casas foram destelhadas em Lages — Foto: Defesa Civil / Divulgação

Outras cidades

Em São Joaquim, seis casas tiveram destelhamentos parciais por causa de ventos fortes, de acordo com o coordenador Regional da Defesa Civil Luiz Falcão. Em Campo Belo do Sul, 10 residências e um ginásio de esportes registraram o mesmo dano.

Com informações do site G1 SC

Notícias Relacionadas

Defesa Civil mantem alerta para riscos de alagamentos e deslizamentos

Residências de Imbituba registraram problemas. A principal recomendação de precaução é para que as pessoas evitem contato com a água em locais inundados.

Postos da Polícia Rodoviária mantém interdição da Serra e alegam não ter recebido comunicação oficial

Lideranças municipais de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra foram informados na manhã desta sexta-feira (01), da liberação do tráfego de caminhões até 15 toneladas na SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro.

Com temperatura negativa, Serra tem até ‘boneco de geada’

Defesa Civil de Criciúma realiza abertura da Operação Primavera e do Curso de Agente Voluntário nesta terça-feira

Evento inicia às 19h, no plenário da Amrec. Operação visa executar atividades de prevenção no município