Geral

Terminais de ônibus de Criciúma são revitalizados e habite-se é conquistado depois de 23 anos

Reformas garantiram mais segurança e acessibilidade à população nos três terminais de passageiros

Divulgação

Com o objetivo de proporcionar conforto, qualidade e acessibilidade na mobilidade urbana, a Gerência dos Terminais de Criciúma faz, desde 2019, uma série de revitalizações nas estações de ônibus. Realizadas nos terminais do Centro, Pinherinho e Próspera, as ações incluem a reforma de banheiros, revisão de escadas e elevadores, e melhorias na vigilância.

Para tornar a segurança integrada, um sistema eletrônico foi instalado, contando com câmeras nos três terminais e uma sala de monitoramento, de onde funcionários podem fiscalizar e rever imagens. Pisos foram reparados e trocados. Bancos, corrimãos e meios-fios foram restaurados e a iluminação foi aperfeiçoada. Além disso, mudas foram plantadas ou realocadas, painéis elétricos reorganizados e as estruturas passaram por uma limpeza geral.

“Em todos os sanitários revimos pintura e azulejos, e portas de ferro foram colocadas para prevenir vandalismo e depredação”, explicou o gerente dos terminais de Criciúma, Alan Nunes Cardoso. “Além disso, temos uma empresa contratada para fazer a manutenção preventiva e corretiva das escadas rolantes e elevadores. Dessa forma buscamos evitar longos períodos de paralização por causa de defeitos”, complementou. De acordo com ele, outra empresa realiza a zeladoria noturna, para entregar os locais limpos pela manhã.

Adequação às normas do Corpo de Bombeiros

Cardoso informou ainda que os sistemas de combate a incêndio foram modernizados e os terminais passaram por um “habite-se”. A inspeção verifica se os dispositivos de segurança e emergência estão instalados em conformidade com o Projeto ou Relatório de Regularização, aprovados perante o Corpo de Bombeiros Militar. “É uma conquista relevante, pois há 23 anos não tínhamos essa aprovação”, disse o gerente.

Gestão das estações

A administração é feita em condomínio, junto com comerciantes dos terminais. “Quando o prefeito decidiu colocar em prática esse formato de gestão ficamos apreensivos no princípio, pois éramos responsáveis somente pela galeria central. Aos poucos, com os lojistas, empresa de transporte e um representante do governo municipal, fomos detectando todos os problemas e elencando as prioridades”, afirmou o síndico dos terminais, Agnaldo Cerilo.

“Esse modelo de parceria com o poder público tem contribuído para o bom funcionamento do todo. Observamos inúmeras mudanças nos terminais, como reformas nas plataformas e sinalizações das filas de embarque”, ressaltou o representante da ACTU, Vilson Amaral. “Nesse momento de pandemia nosso segmento foi um dos mais afetados. As solicitações que fizemos por demarcação de distanciamento, por exemplo, foram atendidas, facilitando o entendimento do cliente”.

Início dos serviços e próximas ações

Segundo Cardoso, assim que a gerência atual assumiu, em 2019, as vistorias para analisar as condições de infraestrutura começaram. Através delas se definiu quais serviços deveriam ser feitos, e então os cronogramas de trabalho foram elaborados. Para ele, os próximos passos são melhorar a organização e a disponibilidade de informações e revisar as estruturas metálicas e o telhado.

Notícias Relacionadas

Policiais fazem parto de bebê de mulher em situação de rua em canteiro de avenida de Florianópolis

Recém-nascido é um menino. Parto ocorreu na Avenida Gustavo Richard, no Centro.

Centro de Triagem de Morro da Fumaça passa a atender em novo endereço

Atendimentos passarão a ser realizados no Centro de Múltiplo Uso

Homem ameaça botar fogo na casa com a esposa e filhos dentro e é preso no Oeste de SC

Um dos filhos disse ainda à polícia que o pai o ameaçou com uma foice

Mega-Sena acumula e pode pagar prêmio de R$ 12 milhões na quarta-feira

As dezenas sorteadas na noite de sábado foram: 26, 27, 28, 32, 38 e 51