Geral

Tigre busca a primeira vitória fora de casa

Diante do Oeste, no sábado, às 19 horas, Criciúma busca os três pontos para seguir na liderança do grupo B na Série C. Time será divulgado apenas uma hora antes do início do confronto.

Divulgação

Em boa fase, após a chegada do técnico Paulo Baier, o Criciúma busca a primeira vitória fora de casa no ano. No sábado, a partir das 19 horas, o time visita o Oeste, em Barueri, pela quarta rodada da Terceira Divisão. Entre Catarinense, Copa do Brasil e Série C, o time tem três vitórias, em 2021, e todas elas no Majestoso: Metropolitano (Catarinense), Ituano e Ypiranga (Série C). Com apenas um gol sofrido na competição nacional, o time quer manter o retrospecto para conquistar os três pontos em São Paulo.

A derrota do Oeste, na quarta-feira, em casa, para o Mirassol, pode aumentar a chance do Criciúma em conseguir a primeira vitória longe do estádio Heriberto Hülse. Para o volante Eduardo, independente da situação do clube paulista, o Tricolor Carvoeiro precisa focar no próprio desempenho para chegar aos três pontos. “A gente tem que pensar na nossa equipe. A gente vem em um bom momento e é focar no nosso trabalho e no nosso time. Tenho certeza que, no sábado, vamos fazer um excelente jogo e conseguir a primeira vitória fora de casa”, comenta.

O time será confirmado apenas uma hora antes da partida. O técnico Paulo Baier deve manter o time que bateu o Ypiranga, no domingo, no Majestoso. Há a expectativa pelo retorno de Fellipe Mateus, que estava lesionado e não enfrentou os gaúchos.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.

Tigre empata em casa e decepciona torcedores

Criciúma ficou no 0 a 0 com o Juventude na estreia do técnico Mazola Júnior. Equipe afunda na zona de rebaixamento e soma apenas um ponto na competição.

Beto Campos, ex-técnico do Criciúma, morre aos 54 anos

Primeiro dia de Catarinense tem vitória do Criciúma sobre o Concórdia

Criciúma e Concórdia fizeram uma partida de dois tempos muito distintos no Heriberto Hülse