Esporte

Tigre empata e cai na Copa Santa Catarina

Com o 1 a 1 no clássico diante do Joinville, Criciúma fica atrás do Juventus, na classificação final, e está fora da competição estadual.

Divulgação

O Tigre não cumpriu com o esperado e está fora da Copa Santa Catarina. O time não fez um grande jogo, ficou no 1 a 1 com o Joinville, na noite desta quarta-feira, fora de casa, terminou a fase atrás do Juventus, que bateu o Hercílio Luz, por 3 a 1, e foi eliminado da competição estadual pelo saldo. No Norte do Estado, os gols saíram na segunda etapa: aos 17 minutos, Eduardo Melo abriu o placar, de cabeça, para o Criciúma. Porém, aos 28 minutos, Junior Fialho fez boa jogada e marcou um golaço para empatar o confronto. No final, vexame do Criciúma em Joinville e eliminação da Copinha.

Mesmo fora da competição, o Joinville começou a partida partindo para cima do Criciúma e buscando o campo de ataque. O Tigre se defendia e tentava chegar nos contra-ataques. Os dois times erravam passes no meio e não conseguiam finalizar as chances criadas. Durante os primeiros 15 minutos, os goleiros Rafael Pascoal e Alisson não foram exigidos pelos ataques, em função da quantidade grande de passes errados antes da bola chegar aos atacantes.

Aos 18 minutos, Uelber levantou a bola na intermediária, pela esquerda, e Paulo Victor cabeceou para defesa fácil de Alisson. Primeira chance clara do jogo para o JEC. Os times seguiam errando muitos passes o que deixava a partida com um nível técnico baixo. Aos 26 minutos, Xavier arriscou da intermediária, mas a bola passou longe do gol de Alisson. A partida seguia sem muitas emoções. Dois minutos depois, Dudu Figueiredo arriscou da intermediária e obrigou Rafael Pascoal a fazer uma defesa difícil. Lance perigoso para o Tricolor Carvoeiro.

Aos 30 minutos, Paulo Victor fez boa jogada pela direita e Zé Marcos fez uma falta mais forte. Cartão amarelo para o zagueiro do Criciúma. A cobrança de Renan Castro foi ruim e Genílson afastou. Aos 36 minutos, Alison bateu falta com força, mas a bola saiu ao lado do gol do xará dele, Alisson – goleiro do Criciúma. Nesse segundo lance, o árbitro apresentou cartão amarelo novamente para Zé Marcos, porém, não expulsou o zagueiro do Criciúma. Rodrigo D’Alonso Ferreira não deixou o lance claro e parece um erro do árbitro. No intervalo, o árbitro justificou dizendo que o cartão foi para Pedro Rosa por reclamação, neste segundo lance. Aos 45 minutos, após boa troca de passes, Renan Castro bateu firme, a bola bateu na zaga e saiu. No final da primeira etapa, um 0 a 0 com poucas emoções.

Gols saem na etapa final da partida

Após a polêmica dos cartões amarelos, o zagueiro Zé Marcos deixou o time, no intervalo, dando lugar para o jovem João Carlos. O volante Jessé migrou para a zaga e o Tigre passou a jogar com três atacantes. O Criciúma voltou mais ofensivo para o segundo tempo e pressionando o JEC. Aos 13 minutos, Dudu Figueiredo cobrou falta da intermediária, mas a bola saiu por cima da trave. No minuto seguinte, Naldo fez boa jogada pela direita e bateu cruzado, mas a zaga do Tigre afastou em cima da linha. Melhor lance do jogo para o Joinville.

Aos 16 minutos, o goleiro Rafael Pascoal tentou sair jogando, mas foi pressionado pela marcação do Criciúma e colocou a bola pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, por Renan Areias, Eduardo Melo completou de cabeça e abriu o placar: 1 a 0 para o Criciúma. Aos 22 minutos, o zagueiro Fernando se atreveu no ataque e cruzou, mas a zaga carvoeira colocou para escanteio. Na cobrança, a zaga afastou.

Aos 28 minutos, Junior Fialho avançou pela intermediária, passou por dois jogadores do Criciúma, entrou na grande área e bateu no ângulo superior do goleiro Alisson para marcar um golaço e empatar o jogo: 1 a 1. A partir daí, o JEC partiu para o ataque e deixou o Criciúma mais preso ao campo de defesa. Aos 40 minutos, Junior Fialho avançou pela intermediária e tocou para Thiago Juan, que ficou cara a cara com Alisson, mas desperdiçou a chance. Aos 43 minutos, Xavier chutou forte, Alisson defendeu parcialmente e, na sobra, Thiago Ruan caiu na área, mas o árbitro nada marcou. Aos 46 minutos, Pedrinho fez boa jogada, pela esquerda, e foi derrubado na intermediária. Falta. Dudu Figueiredo cobrou e a bola pegou na barreira. No final, tudo igual. Com o terceiro gol do Juventus contra o Hercílio Luz, o Criciúma foi eliminado da Copa Santa Catarina.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Tigre vence e assume a liderança da Série C

Com chuva e gramado molhado, Criciúma supera o Novorizontino por 1 a 0.

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.

Tigre empata em casa e decepciona torcedores

Criciúma ficou no 0 a 0 com o Juventude na estreia do técnico Mazola Júnior. Equipe afunda na zona de rebaixamento e soma apenas um ponto na competição.

Abertura da rodada do Catarinense tem empate entre Chape e Criciúma e um novo líder

Neste sábado (15), dois grandes jogos abriram a sexta rodada do Campeonato Catarinense Série A 2020.