Geral

Tigre: O iminente terceiro rebaixamento

Assim como em 2005 e 2008, Tigre está próximo da queda para a Série C. Campanha deste ano não é a pior, entre os três anos.

Divulgação

Com 99% de chances de ser rebaixado para a Série C, o Criciúma está na iminência de repetir, pela terceira vez, a queda. Isso sem contar a queda de 1999 que não se confirmou devido à criação da Copa João Havelange, em 2000. Em 2005, quando a fórmula da Série B ainda não era por pontos corridos, o Tricolor Carvoeiro ficou na 21ª posição, penúltimo lugar, e foi rebaixado. O jogo que determinou a queda foi a derrota de 5 a 1 para o Marília/SP, fora de casa, pela 21ª rodada – a penúltima. Na época, foram apenas 30% de aproveitamento durante a competição, o que torna a pior campanha entre os prováveis rebaixamentos.

Em 2008, a história se repetiu, porém, já com 38 jogos disputados. Com apenas 11 vitórias e oito empates, o Tigre somou 41 pontos e ficou na 18ª posição. Foi o segundo rebaixamento do clube carvoeiro. A partida que oficializou a queda aconteceu novamente no interior paulista: 3 a 1 para a Ponte Preta, em Campinas. Caíram também Marília/SP, Gama/DF e CRB. Com apenas 35% de aproveitamento, a equipe voltou à Série C.

Neste ano, o enredo se aproxima do mesmo desfecho. Com 36 pontos, o Criciúma precisa que o Figueirense não pontue mais e o Londrina não vença o São Bento, hoje, para continuar na Segunda Divisão. Até o momento, são 32% de aproveitamento. A campanha só não é pior que a de 2005 – considerando os anos em que o time caiu para a Terceira Divisão. “Na vida, quando você começa errado, o mais certo é terminar errado. Quando se começa certo, a tendência é melhorar sempre. É nós não conseguimos melhorar. Meio que equilibramos. No meu comando, em algum momento, o time teve evolução, mas também teve queda de rendimento”, comentou o técnico Roberto Cavalo, ainda pós-jogo contra o Paraná.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Beto Campos, ex-técnico do Criciúma, morre aos 54 anos

Morre Soares, aos 54 anos, campeão da Copa do Brasil pelo Tigre

Núcleo do Projeto Tigrinhos chega aos municípios da Amesc

Convênio foi assinado entre Unesc, o Criciúma e a Prefeitura de Praia Grande.

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.