Geral

Tigre sofre, mas vence e lidera grupo da Série C

Time faz 3 a 1 no São Bento, no Majestoso, e tem a mesma pontuação do Volta Redonda na ponta da chave. Equipe começa melhor, cede o empate, porém, busca os três pontos com dois gols na etapa final.

Divulgação

Parecia que seria fácil, mas não foi. O Tricolor Carvoeiro venceu o São Bento por 3 a 1 e lidera o Grupo B da Série C ao lado do Volta Redonda. O começo de jogo do Tigre foi promissor, com pressão e chances de gols. Até que o goleiro Agenor, de pênalti, abriu o placar. Entretanto, o time parou. E o São Bento empatou. Na etapa final, o Criciúma não esteve tão bem, mas fez o 2 a 1 com Léo Ceará. Michel ainda ampliou e deu números finais ao jogo. Vitória suada para o time treinado por Roberto Cavalo. Agora, o Tigre terá 12 dias de folga até o confronto contra o próprio Volta Redonda, no domingo, dia 6 de setembro.

Logo no primeiro minuto, após cruzamento de Foguinho, pela direita, Carlos Alexandre cabeceou, mas Lucas Macanham pegou. Os zagueiros do Criciúma estavam no ataque, após uma cobrança de falta pela esquerda. Aos cinco minutos, o São Bento errou a saída de bola, Alisson Tadeu roubou, entrou na área, mas perdeu tempo e desperdiçou uma chance clara de gol. Ele tinha Foguinho à direita e Michel à esquerda, mas se enrolou com a bola. O Tigre era dono da partida, tocava bem a bola e pressionava o adversário. O Tricolor Carvoeiro marcava forte e fazia a transição rapidamente, confundindo o adversário que tentava apertar a marcação e jogar no contra-ataque. Aos 16 minutos, Alisson Taddei lançou Jean Dias, na entrada da área, mas o camisa 11 bateu fraco e nada de gols no Majestoso.

O Tigre dominava a partida e trocava bem os passes no campo de ataque. Enquanto isso, o São Bento se retrancava e tentava sair em contra-ataques rápidos. Aos 25 minutos, Vitão lançou Victor Guilherme na área e o camisa 2 foi derrubado na área pelo zagueiro do São Bento: pênalti. Agenor, que treinou muitos pênaltis durante a semana, cobrou e abriu o placar: 1 a 0 aos 27 minutos. No minuto seguinte, o Tigre saiu rapidamente para o ataque: Alisson Taddei cruzou da esquerda e a bola atravessou a área. Quase o segundo do Criciuma.

Aos 30 minutos, Bambam foi derrubado na intermediária por Vitão. Falta e cartão amarelo para o camisa 3 do Tigre. Mizael cobrou, mas a bola saiu. Aos 34 minutos, em nova bola parada, Allan Vieira cobrou falta, Douglas Assis cabeceou forte, mas Agenor pegou. Os visitantes saíram de trás e procuravam mais o gol, porém, deixavam mais espaço atrás. Aos 38 minutos, Mizael cruzou da direita e Bambam cabeceou com perigo e quase empatou. O São Bento melhorou na partida, após o gol, adiantou as linhas e o Tigre parou de jogar, diminuiu o ritmo. Aos 42 minutos, a pressão deu resultado: Vitão e Carlos Alexandre erraram, Fabio Bahia recebeu a bola na area, sozinho, na marca do pênalti e o camisa 5 do time paulista empatou o jogo: 1 a 1. No final da primeira etapa, o São Bento seguiu melhor.

Dois gols para a vitória

No segundo tempo, o Tigre voltou buscando o gol. Aos dois minutos, o São Bento errou a saída de bola, Victor Guilherme recebeu, mas bateu fraco. Aos quatro minutos, Jean Lucas e Alisson Taddei fizeram boa jogada pela esquerda, a bola sobrou para Jean Dias que finalizou em cima da zaga. Aos sete minutos, o camisa 11 do Tigre fez boa jogada pela esquerda e cruzou, mas Foguinho não alcançou. Aos 11 minutos, a primeira chegada do time paulista na etapa final: Ruan bateu forte, mas Agenor pegou.

Aos 17 minutos, Rafinha, que recém havia entrado, recebeu cruzamento na área do Tigre, mas não alcançou. Chance clara para o Bentão. O jogo ficou aberto, com chances para ambos os lados, mas com nível técnico bem abaixo que no primeiro tempo. Aos 26 minutos, Jean Lucas fez boa jogada com Kaike, que apareceu pela esquerda e cruzou para Léo Ceará que apenas teve o trabalho de completar para fazer 2 a 1 para o Tigre. Gol providencial em um momento fraco da partida.

Aos 32 minutos, o Criciúma resolveu a partida. A zaga do São Bento errou a saída de lance, após ataque de Andrew. Todos ficaram olhando o cruzamento de Victor Guilherme para Michel que marcou 3 a 1 e garantiu mais três pontos para o Tricolor Carvoeiro, agora líder do Grupo B na Série C, com a mesma pontuação do Volta Redonda.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Próspera lança plano de sócio para a temporada

Neste primeiro momento, três tipos de modalidades estão disponíveis para a torcida.

Chape encara Náutico nos Aflitos para encostar na liderança da Série B

No outro jogo da noite, Confiança e Guarani querem se afastar do Z4

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.

Tigre empata em casa e decepciona torcedores

Criciúma ficou no 0 a 0 com o Juventude na estreia do técnico Mazola Júnior. Equipe afunda na zona de rebaixamento e soma apenas um ponto na competição.