Segurança

TJ concede liberdade a acusadas na Operação Hefesto, em Morro da Fumaça

Mulheres são suspeitas de integrarem organização criminosa, que apura a venda ilegal de carne de cavalo para consumo humano. Elas irão cumprir prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica

Divulgação

Duas mulheres acusadas de participação na Operação Hefesto, deflagada em Morro da Fumaça, receberam habeus corpus do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) na noite desta quinta-feira, dia 4.

As duas mulheres deverão utilizar tornozeleira eletrônica e não poderão se ausentar da cidade onde residem sem autorização judicial. Além disso, só serápermitido deslocamento para consultas e atendimento médico, sempre com atestado.

Operação Hefesto

A Operação Hefesto apura crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, furto de gado, venda de carne de equinos/mula moídos para consumo humano, posse e venda de armas, venda de produto veterinário falsificado e organização criminosa.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

STJ concede liberdade a quatro envolvidos na Operação Hefesto, em Morro da Fumaça

Eles devem ser imediatamente colocados em liberdade pela Justiça de Santa Catarina

Idosa e criança são resgatados pelo Corpo de Bombeiros após residência sofrer inundação, em Morro da Fumaça

Ocorrência foi registrada na manhã desta quarta-feira (9)

Ponte será interditada em Linha Cabral, em Morro da Fumaça

Motivo é a pavimentação da Rodovia Líbero Fortunato

Homem fica ferido após cair com motocicleta no riacho, em Morro da Fumaça

De acordo com o Corpo de Bombeiros o paciente teria sofrido uma queda de aproximadamente 2 metros ao fazer a curva e caído em um riacho a beira da rodovia