Saúde

Três a cada quatro moradores de SC receberam as duas doses da vacina contra Covid-19

Apesar de ter atingido 75% da população com o esquema primário, mais de 745 mil pessoas ainda estão com a imunização atrasada no Estado, segundo a Dive

Divulgação

Três a cada quatro catarinenses receberam as duas doses da vacina contra a Covid-19 em Santa Catarina. Segundo dados do Monitor da Vacina do NSC Total, nesta quinta-feira (17), 75,24% da população catarinense está com o esquema primário completo. Isto representa um total de 5.456.877 de aplicações.

Se levar em conta apenas a população vacinável, ou seja os grupos aptos a receber o imunizante no Estado, o percentual sobe para 80,65%. Atualmente, podem ser vacinados em Santa Catarina pessoas a partir de 5 anos.

Os idosos, entre 60 e 69 anos, são os que apresentam o maior percentual de vacinados com o esquema primário: 103,38%, com 649.724 aplicações. O número é maior que 100% pois ultrapassou a quantidade de pessoas estimadas pelo Estado para essa faixa etária.

Já os adolescentes são os que têm a menor cobertural vacinal, com 53,3%. Ou seja, 293.070 pessoas entre 12 e 17 anos receberam a segunda dose da vacina até esta quinta-feira em Santa Catarina.

Porém, um ponto que preocupa os órgãos de saúde são aqueles que ainda não retornaram para receber a segunda dose do imunizante.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), até 14 de fevereiro, 745.244 pessoas não haviam retornado para completar o esquema primário, sendo 419.190 da AstraZeneca, 161.254 da Coronavac e 164.800 da Pfizer.

Em relação à dose de reforço, 1.771.056 catarinenses estão com a vacina atrasada. Até esta quinta-feira, segundo o Monitor da Vacina, 1.574.825 doses de reforço foram aplicadas em Santa Catarina, o que corresponde a 30,5% da população apta a receber o imunizante (adultos com mais de 18 anos). Entre os idosos, a cobertura é de 63,65%.

Baixa cobertura em crianças também preocupa Saúde

Pouco mais de um mês do início da vacinação contra a Covid-19 em crianças entre 5 e 11 anos, a baixa cobertura também preocupa o Estado. De acordo com dados do Monitor da Vacina, até esta quinta-feira, 138.159 catarinenses nessa faixa etária receberam a primeira dose da vacina — o número representa 21,49% do público alvo.

Em entrevista à CBN Diário, o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, alegou que o percentual atual preocupa e está longe de ser o ideal em Santa Catarina. Para ele, um dos motivos para a lentidão na aplicação das doses está na politização em torno da vacina.

— Estamos evoluindo de uma forma interessante, mas temos uma outra questão que é a politização da vacina das crianças e que trouxe insegurança para os pais. Quando o Ministério da Saúde coloca uma consulta pública para ter vacinação das crianças ou pede um atestado médico para tomar a vacina, acaba criando uma certa preocupação por parte dos responsáveis — salienta.

Até esta quinta-feira, 6.018.452 pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid em Santa Catarina. O número representa 88,95% da população vacinável e 82,98% da população do Estado, de acordo com dados do Monitor da Vacina.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Cachorro “aussaltante” é flagrado ao levar salame de padaria em Criciúma; veja vídeo

Tutor do animal se dispôs a pagar pelo prejuízo, mas padaria deixou salame de cortesia

Sequestro relâmpago acaba em grave acidente em SC

Duas pessoas foram feitas reféns no sequestro relâmpago; o criminoso tomou a direção do carro, mas bateu em seguida

Cidades da Serra têm alta de até 60% na economia em maio incomum com neve

Restaurantes, lojas e postos de combustíveis reforçaram lucros com "boom" de turistas

Serra do Corvo Branco é liberada de Urubici até o corte

Equipes coordenadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) trabalham na limpeza da rodovia e na recuperação de encostas há cerca de 10 dias, quando fortes chuvas atingiram Santa Catarina