Segurança

Trio vai à júri popular por homicídio dentro do presídio de Criciúma

Crime aconteceu em janeiro deste ano, quando Jandir dos Santos José, de 35 anos, foi morto a mando do PGC.

Divulgação

Três homens acusados de matar Jandir dos Santos José, de 35 anos, irão a júri popular. A decisão foi do juiz de direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Criciúma, Fabiano Antunes da Silva. O crime aconteceu no dia dois de janeiro deste ano, dentro do Presídio Regional de Criciúma, no bairro Santa Augusta. A vítima foi estrangulada por conta de uma dívida envolvendo facções criminosas.

O trio será julgado pelo Tribunal do Júri pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Eles também deverão responder pelo crime de organização criminosa. Os três seguem presos preventivamente em decorrência do processo e tiveram o direito de recorrer em liberdade negado.

Relembre o caso

Na data do crime, por volta das 11 horas da manhã, os acusados, apontados pela investigação como integrantes do Primeiro Grupo Catarinense (PGC), mataram a vítima em cumprimento de ordem da facção por acerto de contas.

Com um objeto similar a uma lâmina metálica, com a intenção de matar José, cercaram a vítima durante o banho de sol, no pátio de uma das galerias do presídio. Na oportunidade, eles aplicaram um golpe no pescoço do desafeto, desacordando-o.

Em ato contínuo, dois deles seguraram o detento e o outro passou a aplicar golpes na região cervical, tórax e braços da vítima, utilizando a lâmina. José morreu ainda no local. Em depoimento, um dos acusados afirmou que a morte foi decretada porque o detento teria fumado crack antes de ser preso, o que não é permitido pela facção.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Comarca de Criciúma, em seu 1º júri do ano, analisa homicídio ocorrido em bar

Segundo a denúncia, o crime ocorreu em março de 2016, próximo a um bar na cidade de Nova Veneza.

Corpo é encontrado carbonizado dentro de carro em Criciúma

Júri em Turvo condena mandante e executores de homicídio motivado por disputa de terras

O crime ocorreu em 5 de agosto de 2014, na Serra da Rocinha, no município de Timbé do Sul.